Campos do Jordão terá teleférico com cabines fechadas e cadeiras de 6 pessoas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Campos do Jordão terá teleférico com cabines fechadas e cadeiras de 6 pessoas

Tradicional passeio com cadeirinhas individuais faz as últimas saídas rumo ao Morro do Elefante. Atração será fechada em 22 de novembro para a mudança

Viagem Estadão

17 de novembro de 2021 | 09h45

Por Nathalia Molina*

Primeiro do Brasil a ter cadeirinhas, o teleférico do Parque Capivari será substituído por um novo com cabines fechadas para oito pessoas e cadeiras para seis. Para a instalação desse modelo híbrido, a concessionária Eco Jordão fecha a atração em 22 de novembro para as obras, estimadas em um período de oito meses.

Teleférico no Capivari para de funcionar para ser substituído – Fotos: Nathalia Molina @ComoViaja

Estive no Parque Capivari em agosto com meu filho, Joaquim, de 12 anos. Não somos chegados a uma altura, por isso, sentimos um medinho na subida do teleférico. Na descida, não sei se foi a vista do Capivari ou se o susto maior já tinha passado, mas não sofremos tanto. No fim, nós adoramos a pequena aventura aérea e também nos divertimos no pedalinho em forma de caravelas e na roda-gigante renovada.

Joaquim se sentiu feliz de conseguir ir sozinho no teleférico e por curtir um parque depois de tanto tempo em casa no nosso isolamento em família, por causa da covid. Fizemos um episódio do Como Viaja | podcast de viagem contando sobre essa nossa primeira viagem em família na pandemia. E eu queria que meu filho conhecesse um teleférico de cadeirinhas individuais, típica atração de cidades serranas durante a minha infância nos anos 1970.

Joaquim comigo na nossa tarde de mãe e filho no Capivari

É justamente do ano que abriu essa década a data de inauguração da atração de Campos. Com 74 assentos, o teleférico levou 180 mil visitantes apenas em 2021, até o Morro do Elefante, localizados 560 metros acima. Cerca de 90% são turistas saídos da capital paulista, do interior de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Novo teleférico e espaços no Capivari e no Morro do Elefante

Com um investimento de R$ 70 milhões, a reforma inclui novos espaços no parque administrado pela Eco Jordão. O Morro do Elefante ganha o Trenó de Montanha (com embarque e desembarque ali), e uma estação de dois andares para o teleférico, uma praça e o mirante repaginado.

No Capivari, estão previstos um centro de visitantes também de dois andares, ponto de atendimento ao turista, bilheteria, banheiros, vestiários, lanchonetes e área de eventos. O parque também ganha um futuro palco para o Festival de Inverno de Campos do Jordão, com a previsão de uma arquibancada em concha acústica aberta.

Fomos conhecer o teleférico de cadeiras individuais em agosto

A revitalização do Parque Capivari, com área de 40 mil metros quadrados, começou em 2019. Durante as obras do teleférico, o pedalinho, a roda-gigante, o Espaço Aventura, estacionamentos e área de lanchonetes continuam funcionando.

Quanto custam as atrações no Parque Capivari

O Parque Capivari funciona todos os dias, das 9h às 20h, mas o horário de funcionamento muda de um brinquedo para outro. A entrada é gratuita, e paga-se pelos brinquedos. Preços por pessoa: teleférico, R$ 40 (fast pass, R$ 60); pedalinho, R$ 30 (caravela, R$ 50); roda-gigante, R$ 30.

* Sou jornalista de turismo e apresento o Como Viaja | podcast de viagem, com dicas e experiências no Brasil e no exterior. Me acompanhe também no Instagram @ComoViaja para novidades e curiosidades

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.