As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cinco dicas para acertar na escolha do hotel

Mônica Nóbrega

16 Setembro 2018 | 22h20

Que a hospedagem tem o poder de arruinar uma viagem ou, ao contrário, de torná-la realmente inesquecível, todo viajante sabe – ou deveria saber. É por isso que escolher bem o hotel é uma das etapas mais importantes do planejamento de uma viagem. Veja cinco dicas certeiras para aumentar a chance de acertar na escolha do hotel.

Hotel Iberostar 70 Park Avenue, no coração de Manhattan, Nova York.
Hotel Iberostar 70 Park Avenue, no coração de Manhattan, Nova York.

1. DIVIDIR E CONQUISTAR

Vai ficar uma semana ou mais em uma grande cidade cheia de atrações? Pense em dividir a hospedagem. Trocar de hotel no meio da viagem pode parecer chato, mas ajuda a concentrar e organizar os passeios e a economizar com os deslocamentos diários. Na minha viagem de 8 dias a Nova York neste mês de setembro, fiquei as primeiras quatro noites em Midtown, no hotel Iberostar 70 Park Avenue, que fica pertinho do Empire State e da Grand Central Station, para ver as novidades do entorno e da renovada Lower Manhattan; e as três noites finais no Aloft Harlem, para descobrir a região que vem chamando a atenção de artistas, agitadores culturais e foodies do mundo todo.


2. PROCURE A HOSPEDAGEM PELO PERFIL

Procure hotel pelo perfil, não apenas pelo preço. Ao pesquisar acomodações nas plataformas digitais, lembre-se de usar os filtros para refinar a pesquisa. “Os filtros são como uma curadoria, dá para indicar suas preferências e receber como resultado uma lista de opções que têm a ver com o estilo de viagem que você vai fazer”, diz a gerente de Marca da plataforma Booking.com, Luiza Boller. No site, é possível indicar localização preferida, tipo de cama, facilidades no quarto, de quais instalações você faz questão, como piscina ou spa, com ou sem café da manhã, entre outros atributos.

Hotel Aloft, no Harlem, Nova York.
Hotel Aloft, no Harlem, Nova York.

3. ALINHE EXPECTATIVAS

Ajuste a relação entre orçamento e expectativa. Um hotel com custo de três-estrelas não vai entregar um café da manhã cinco-estrelas. Os filtros das plataformas digitais, como o próprio Booking.com, também permitem indicar a faixa de preço que você quer pagar e fazer o cruzamento entre esta informação e a área da cidade, por exemplo.

4. PESQUISAR SEMPRE

Leia as resenhas deixadas por outros hóspedes antes de fechar a reserva. Não se desespere com os avisos de que só resta um quarto. Melhor perder aquele desconto de 15 dólares (o que, em geral, não acontece) do que arruinar suas férias num quarto ruim só porque ele estava baratinho.

5. NÃO BUSQUE O IMPOSSÍVEL

Saiba que existem destinos caros e baratos. É muito difícil achar uma diária abaixo de 100 dólares em Nova York; já em Las Vegas, há cinco-estrelas por esse preço.