As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com fotos, Google dá ‘jeitinho’ no Street View

Mônica Nóbrega

29 Novembro 2011 | 00h43

Para começar a conversa, um pedido de desculpas caso o que vai abaixo seja notícia velha para você. É que eu só descobri agora. E estou me divertindo demais.

Sabe o bonequinho amarelo do Google Street View, aquele que você arrasta sobre o mapa para mostrar ruas? Chegou ao planeta inteiro, inclusive aos lugares aonde o carro fotográfico da empresa ainda não foi. O caso de Havana, por exemplo. A geringonça cheia de lentes e obturadores do Google nunca esteve lá – mas se você arrastar o boneco amarelo até a capital cubana, poderá ver diversas áreas e todos os pontos turísticos que quiser. Tudo graças a fotos de internautas e a um recurso derivado da tecnologia do GPS chamado geotag. Vamos por partes.

Assim como o Street View, o Panoramio é um produto ligado ao Google Mapas. Trata-se de um aplicativo, que você pode usar no computador ou baixar no celular (existe para iPhone e Android). Com o Panoramio, você pode incluir coordenadas de localização na foto que acabou de tirar ou em uma selecionada dos seus arquivos. Depois, é só fazer upload e pronto – sua imagem passa a ser mostrada aos internautas que passeiam pelo Google Mapas, linkada a outras fotos do mesmo lugar.

O Panoramio não é exatamente novo. Mas não faz tanto tempo que está integrado ao Street View da forma como funciona atualmente. Que é a seguinte: você não precisa selecionar um ou outro. A única coisa que precisa fazer é arrastar o boneco amarelo. Se o Street View funcionar no ponto do mapa-múndi selecionado, ótimo. Se não, o Panoramio entra em ação – e você navega pelas fotos tiradas e enviadas pelos internautas. Claro que não vai conseguir fazer giros de 360 graus nem observar céu e asfalto. Mas o fundamental é mostrado: imagens do destino em que você quer dar uma espiada.


Como disse lá começo, eu estou me divertindo demais.