Cruzeiro da Xuxa em 2022 tem show de Claudia Leitte, Lulu Santos e Ludmilla
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cruzeiro da Xuxa em 2022 tem show de Claudia Leitte, Lulu Santos e Ludmilla

De 25 a 28 de março, o navio MSC Preziosa vira a Nave da Rainha dos Baixinhos. Preços por pessoa saem entre R$ 4.738 e R$ 15 mil em cabine dupla

Viagem Estadão

06 de agosto de 2021 | 13h59

Por Nathalia Molina*

No reinado pop, Roberto Carlos não é mais o único a ter cruzeiro próprio e a vestir quepe de marinheiro. O cruzeiro da Xuxa transforma o navio MSC Preziosa na Nave da Rainha dos Baixinhos, de 25 a 28 de março de 2022, com embarque e desembarque em Santos. Shows de Claudia Leitte, Lulu Santos e Ludmilla estão entre as atrações, além, claro, do próprio Xou da Xuxa.

O roteiro ainda é um mistério, segundo a organização será definido na semana do evento. Por enquanto, o site oficial informa apenas que os passageiros vão “rumo ao sol”. Mas a verdade é que pouco importam as escalas para quem está disposto a pagar entre R$ 4.738 e R$ 14.938 por pessoa numa cabine dupla de um cruzeiro temático, para festejar o aniversário de Xuxa, nascida em 27 de março.

Xuxa festeja aniversário em cruzeiro temático – Foto: Blad Meneghel/Divulgação

O colorido da Nave da Xuxa dá o tom do navio. O roteiro prevê festas, gincanas, teatro, filmes e personagens. Com capacidade para 4.325 passageiros, o MSC Preziosa conta com cinco piscinas, parque aquático, spa e simulador de Fórmula 1. A área vip MSC Yacht Club tem cabines, piscina e restaurante exclusivos, com acesso restrito ao restante dos passageiros.

A viagem no Navio da Xuxa é vendida online pelo site da PromoAção, empresa organizadora do cruzeiro em parceria com a Opus Entretenimento; o canal de atendimento é (11) 3624-9007.

* Sou jornalista de turismo e apresento o Como Viaja | podcast de viagem, com dicas e experiências no Brasil e no exterior. Me acompanhe também no Instagram @ComoViaja para novidades e curiosidades

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.