No Caribe, Anguilla retoma o turismo e aposta em villas para famílias
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

No Caribe, Anguilla retoma o turismo e aposta em villas para famílias

Isolamento social com serviço de hotel de luxo é a combinação das residências no destino, que exige PCR e quarentena na chegada

Viagem Estadão

25 de maio de 2021 | 18h46

Por Nathalia Molina*

No Caribe, Anguilla abre hoje para o turismo após um fechamento de pouco mais de um mês de duração para conter os novos casos da covid-19 identificados no destino em 22 de abril. A ilha divulga opções de vilas para famílias, que combinam a possibilidade de isolamento social com serviço de hotel.

Anguilla aposta no isolamento das villas para famílias – Foto: Turismo de Anguilla

Localizada em falésias, a Ani Villas Anguilla tem vista para Little Bay Beach. Também numa posição elevada, a Colibri mostra as montanhas de St. Martin, St Barths e Statia. Já a Kandara Villa e a Arush são pé na areia. Com seis quartos, a primeira tem uma escada no deck que dá acesso direto ao mar. A outra oferece piscina e serviço de resort de luxo principal na pequena praia de Rendezvous Bay.

Regras para a entrada

Para visitar Angilla, é preciso fazer uma pré-inscrição online e seguir conforme indicado no site. O destino está aberto aos viajantes brasileiros. Até 30 de junho, viajante vacinado e não vacinado deve fazer um exame PCR para covid-19 feito de 3 a 5 dias antes da data de chegada e será testado no começo e no fim da viagem. Quem já foi totalmente vacinado, sendo a última dose pelo menos três semanas antes de desembarcar no destino, cumpre quarentena de sete dias; para não vacinado, são 14.

* Sou jornalista de viagem e também escrevo o Como Viaja com dicas e experiências no Brasil e no exterior. Me acompanha no Instagram @ComoViaja para novidades e curiosidades

Mais conteúdo sobre:

CaribeAnguilla

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.