Contra o plástico: Airbnb procura 5 voluntários para expedição na Antártida e Casa Batlló sorteia viagem a Barcelona para proteger oceanos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Contra o plástico: Airbnb procura 5 voluntários para expedição na Antártida e Casa Batlló sorteia viagem a Barcelona para proteger oceanos

Bruna Toni

24 de setembro de 2019 | 01h30

Objetivo da viagem oferecida pelo Airbnb é ajudar pesquisadores a descobrir qual o impacto do plástico no continente mais remoto da Terra; o da casa projetada por Gaudí é contribuir com organização que atua na educação contra o lixo plástico

Os  impactos negativos do plástico no meio ambiente nunca foram tão discutidos como hoje. No dia a dia, muitas pessoas têm tentado mudar atitudes em relação ao que consomem e e ao que descartam. Entre as mudanças cotidianas, a mais popular atualmente talvez seja a troca de canudos de plástico por canudos de metal, vidro ou papel e a inclusão na mochila de um copo de silicone que substitui o descartável de plástico.

Ambas as atitudes valem, claro, para viagens. Afinal, preservar os destinos por onde passamos deve ser uma constante. Mas você já pensou em ir além de mudar pequenos hábitos e focar sua viagem em uma pesquisa sobre os impactos negativos que ações humanas podem causar?

OPINIÃO – Muito além do canudo: não basta usar hashtag da modinha

Pois o Airbnb, em parceria com o Ocean Conservancy, está justamente à procura de cinco voluntários para uma expedição de um mês à Antártida que vai além do apenas turistar. A ideia é que os escolhidos participem de uma pesquisa de campo colhendo amostras de neve para descobrir até que ponto o plástico chegou ao interior do local mais remoto da Terra. Quais as consequências disso para o planeta e como é possível contribuir para a preservação do ambiente são as respostas que os participantes ajudarão a dar.

“A maioria das pessoas pensa na Antártida como um continente intocado e isolado, mas evidências recentes mostram que até mesmo os locais mais remotos são afetados pela poluição plástica”, diz a cientista Kirstie Jones-Williams, que acompanhará a viagem. “Será um trabalho árduo, com o rigor científico exigido durante condições de inverno implacáveis. Estamos procurando pessoas apaixonadas, com um senso de cidadania global, empolgadas para fazer parte da equipe e voltar para casa e compartilhar nossas descobertas com o mundo”, acrescenta.

Roteiro

A viagem começará e terminará em Punta Arenas, no Chile, onde os participantes terão, antes de ir, treinamento de imersão, com cursos de glaciologia e trabalho de campo. Já no retorno da Antártida, estudarão suas descobertas em parceria com a Ocean Conservancy, tornando-se embaixadores pela proteção dos oceanos.

Depois do treinamento, começa a aventura: a bordo de um avião que pousará numa pista de gelo azul formada naturalmente no interior do continente, os participantes chegarão à Antártida para iniciar a pesquisa. Além do tempo dedicado a ela, porém, haverá oportunidade para conhecer o Polo Sul e lugares como Drake Icefall, Charles Peak Windscoop e Elephant’s Head.

Batizado Sabático na Antártida, o programa segue a linha do Sabático na Itália, edição que levou, no meio deste ano, voluntários para um projeto de regeneração urbana da histórica cidade de Grottole, no sul da Itália, comunidade que estava à beira da extinção.

Quais são os critérios para participar?

– Ter mais de 18 anos e disponibilidade para viajar por um mês, de novembro a dezembro de 2019.

– Além do espírito aventureiro, curioso e voluntarioso, não é preciso ter nenhum tipo de formação específica. Mas é necessário falar inglês em nível de conversação.

A seleção final dos cinco cidadãos cientistas será anunciada em 30 de outubro – o programa está aberto a brasileiros e a pessoas de outros 33 países. Para se inscrever, acesse airbnb.com.br/d/sabbatical

Interior da Casa Batlló, projetada por Gaudí. Foto: Bruna Toni/Estadão


CASA BATLLÓ TAMBÉM SORTEIA VIAGEM PARA PROTEGER OCEANOS

Um dos pontos turísticos mais procurados de Barcelona e Patrimônio da Unesco, a Casa Batlló, projetada por Gaudí, lançou um sorteio que dá direito a uma viagem à cidade catalã de 13 a 17 de fevereiro de 2020. O objetivo é conseguir, em troca, doações para a organização Plastic Oceans, que cuida de ações de conscientização e educação da sociedade sobre o lixo plástico.

Apesar de a doação não ser obrigatória para participação no sorteiro, a instituição cultural espera arrecadar US$ 100 mil. O ganhador terá direito a levar um acompanhante e o pacote inclui passagens aéreas, hospedagem no hotel Monument, visita privada à Casa Batlló, incluindo um jantar preparado pelo chef Martín Berasategui e concerto na planta nobre da casa, com uma bela vista para o Paseo de Gracia, principal avenida de Barcelona.

MAIS – Roteiro de 4 dias por Barcelona no verão

Segundo Gary Gautier, diretor-geral do espaço, “Antonio Gaudí se inspirou no universo marinho para desenhar a Casa Batlló. A natureza aquática desta obra e o uso de materiais reciclados nela evoca a cada dia a importância que há em educar, inspirar e conscientizar para preservar a biosfera”.

Para se inscrever no sorteio e fazer sua contribuição acesse: bit.ly/2lduBij.

Mais conteúdo sobre:

AntártidaBarcelonaEspanhaEuropa