Programa de índio em reserva baiana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Programa de índio em reserva baiana

Tania Valeria Gomes

19 Agosto 2012 | 21h25

Diário de Arraial d’Ajuda – Dia 4
Por Tania Valeria Gomes

Mais uma vez o vento forte e o mar bravo atrapalharam os meus planos de fazer um passeio de observação das baleias-jubarte em Arraial d’Ajuda. Por medida de segurança, a empresa que opera a saída, a Cia do Mar, cancelou o passeio mais uma vez. Em boas condições, a empresa leva até 50 turistas à bordo. Para quem quiser tentar fazer o passeio – as baleias ficam no nosso litoral até meados de outubro -, o valor é de R$ 150 por pessoa.

Para compensar o dia perdido no mar, fui visitar uma tribo indígena que fica na orla norte de Porto Seguro. A Reserva Pataxó da Jaqueira fica a 15 quilômetros da balsa, os últimos 2 quilômetros são percorridos em estrada de terra. A entrada é R$ 23 e o local é pensado para receber turistas. Hoje, cerca de 60 índios vivem por lá

Na visita, os índios se revezam para mostrar o local, que abriga uma área verde onde há armadilhas de demonstração sobre a caça dos povos indígenas, hortas – com direito a explicação sobre para quê serve cada planta – e exposição de artesanato – à venda, é claro.


Faz parte do passeio assistir a uma apresentação de dança dos índios pataxós. No fim da apresentação eles convidam os turistas a dançarem também.

Na reserva, ainda tive a oportunidade de experimentar um Peixe Vermelho na brasa, feito na hora. Cortesia dos índios para apresentar a culinária típica da tribo.

Mais conteúdo sobre:

Arraial D'AjudaPataxó