Conhecendo Dubrovnik e o verão da Croácia

Conhecendo Dubrovnik e o verão da Croácia

Karina Sell

29 Agosto 2018 | 10h09

Dubrovnik é uma das poucas cidades medievais muradas remanescentes do mundo. E, por mais turístico que pareça andar pela cidade, é como viajar no tempo. Fundada no século VII, a cidade sempre prosperou com um importante papel geopolítico graças à sua riqueza e habilidades diplomáticas. E hoje é conhecida com a Pérola do Adriático e apesar de ser pequena é relativamente grande se considerar todos os pontos turísticos e históricos que se tem pra ver.

Meu roteiro de viagem pela Croácia e Montenegro

A cidade foi considerada Patrimônio Mundial da Unesco em 1979, porém corre o risco de perder o posto, pois o limite de turistas por dia foi rompido. Por isso não recomendo ir na alta temporada pois além do incômodo das filas, é muito quente. Muito desse recente aumento no interesse por Dubrovinik é motivado pela cidade ter sido cenário do Game of Trones e recentemente do StarWars. Não crítico a decisão de muitos pais levarem os filhos a Dubrovinik motivados por isso, pois é fácil aprender história se você conectá-lo a algumas cenas, pois tem muita história medieval em comum.

Dicas de Dubrovnik na Croácia

Na praça Gundulićeva Poljana, há um mercado matinal de alimentos artesanais como queijo, mel, geléia e lembranças feitas localmente, eu adorei! Dubrovinik é perfeita para caminhar e se deixar perder pelas ruelas medievais, onde sua única preocupação será escolher bem o sabor do seu sorvete.

Perto do portão Pile da cidade, o Mosteiro Franciscano é um feito de estilo românico. Seu claustro, com arcos e 120 colunas e a nostalgia do meio do século XIV. O mesmo vale para a coleção de pinturas e relíquias do museu.

Já a Old Pharmacy, a terceira mais antiga do mundo, vende suas tinturas e poções desde 1317. O jardim botânico do início do Renascimento tem uma coleção de plantas e árvores de todo mundo. Incluindo pinheiros orientais de 500 anos de idade, e fica ao lado do penhasco para o momento perfeito do pôr-do-sol.

Ande no topo das muralhas, a fortaleza medieval contribui para um treino matinal memorável. As muralhas de pedra, portões e torres se conectam e se estendem por quase 2 Km. De todos os pontos, as paredes dão aos visitantes um vislumbre da construção da cidade e séculos de defesa.

Quando você estiver cansado, o Portão de São João tem um pequeno bar de sucos e que também leva ao Museu Marítimo. Depois de percorrer o perímetro da muralha, tente ir no teleférico local para ver o que você acabou de caminhar. Se possível vá uma hora antes do por do sol.

Minha dica de ilhas e praias são a Sveti Jakov, a ilha de Lokrum, o arquipélago de Elaphiti e o beach club Banje para quem procura festa.

Dicas de restaurantes, praias e passeios em Dubrovnik e na Croácia

Onde se hospedar em Dubrovnik – Hotel Excelsior 

O hotel Exelsior é um dos hotéis do grupo Adriatic Luxury hotels, uma rede com vários hotéis somente em Dubrovnik. Essa foi a primeira vez que me hospedei em um dos hotéis deles e adorei. A localização do Exelsior é excepcional, à beira mar e com vista ininterrupta para a cidade antiga. Além disso, fica apenas 5 minutos caminhando da parte antiga.

Como ele foi recentemente renovado, está tudo impecável e moderno. Nos hospedamos no quarto Deluxe, com janelas que vão do chão ao teto e uma varanda bem grande. O ambiente é uma delícia, é possível curtir a vista do mar adriático sem se quer sair da cama. Um luxo!

Apesar de ter três restaurantes, só conhecemos o restaurante Prora. Acredito que a comida seja melhor no restaurante Salim, que é o mais sofisticado e o principal do hotel. Mas o ambiente do Prora é simplesmente irresistível, com luz de velas, mesas que ficam praticamente em cima da água do mar e com vista incrível para a Cidade Antiga de Dubrovnik.

Outro ponto alto do Hotel Excelsior é seu beach club com acesso direto para o mar e serviço impecável.

onde comer em Dubrovnik Onde ficar em Dubrovnik