Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Dicas para comer como um MasterChef em Manaus

De comida de rua à restaurante estrelado, o chef local Felipe Schaedler, do Restaurante Banzeiro, e Ricardo Freire, colunista do 'Viagem, apontam o que saborear para entender a Amazônia atual

Felipe Mortara, O Estado de S. Paulo

04 Agosto 2015 | 16h46

Comer bem na região amazônica não é lá tarefa das mais difíceis, considerando a fartura de sabores e possibilidades. O episódio desta noite (4) do MasterChef Brasil foi todo gravado na capital do Amazonas, com os participantes tendo a obrigação de cozinhar com ingredientes típicos da Região Norte. Por conta disso e para você programar sua próxima ida à cidade, pedimos a dois conhecedores do lugar - o chef Felipe Schaedler, do Restaurante Banzeiro, e Ricardo Freire, colunista do 'Viagem' - as melhores dicas de cantinhos bacanas em Manaus, desde barracas de rua até restaurantes estrelados.

No comando de um dos principais restaurantes manauras, o Banzeiro, o chef Felipe Schaedler foi um dos jurados convidados a participar nas gravações do programa. "A experiência foi muito bacana. Acho que foi uma aula de grande aprendizado para mim também, pois considero os nossos ingredientes básicos (farinhas e peixes) simples e fáceis de usar. Porém no programa eles (os participantes) tiveram muita dificuldade de elaborar bons partos com esses ingredientes", afirma Schaedler, já dando um gostinho do que vem por aí. "É o máximo ver a cidade em destaque na mídia nacional, nós precisamos disso."

Como se não faltassem motivos para visitar a cidade, aos 131 anos, o Mercado Municipal Adolpho Lisboa ainda conserva uma aura da época, graças a uma restauração concluída em 2013. Os candidatos a MasterChef tiveram o prazer de cozinhar no mercado, apesar de o forte do lugar não serem as barraquinhas de comida, mas as de ingredientes fresquíssimos da culinária amazônica. Veja o que mais de mais saboroso Manaus tem a oferecer, de restaurante estrelado a banquinha de rua. 

SIMPLES E SABOROSO

Felipe Schaedler: Villa Food Park, um local novo (funciona há duas semanas) onde estão os principais e melhores food trucks de Manaus. São uns seis caminhões de comida e tem muita comida boa numa ambiente super descontraído

Ricardo Freire: o Calçada Alta é um bom boteco pra ir de dia, serve um almoço baratíssimo, bem pertinho do Teatro Amazonas. (Rua Costa Azevedo, 96, Centro de Manaus - (92) 3234-4081)

CLÁSSICOS

Felipe Schaedler:o Restaurante Alentejo faz uma cozinha classica portuguesa num ambienteque foi recentemente reformado. Esse restaurante existe há 15 anos na cidade e tem a melhor carta de vinhos de Manaus. 

Ricardo Freire: no quesito "Amazonas pra turista", acho o Banzeiro bem melhor que o Choupana. A Cachaçaria do Dedé, apesar de estar em um shopping, é bem aceitável.

A SACADA

Felipe Schaedler: Ferrugem Rock Gourmet, um bar que só toca musicas dos anos 80, rock bom e comida boa! Eles ganharam várias vezes como o melhor petisco pelo concurso Bar em Bar, e serve uma língua de boi que é incrível.

Ricardo Freire: uma peixaria roots que uma amiga expatriada me indicou, e que fui conferir, é a Peixaria do Joca, em São Raimundo. Bárbara, mas não é para estômagos frágeis.

PERTINHO DO TEATRO AMAZONAS

Felipe Schaedler: Tacacá da Gisela, fica no Pátio São Sebastião, em frente ao Teatro Amazonas. O local é incrível e serve um tacacá muito saboroso.

Ricardo Freire: na região da praça do teatro, o Bar do Armando (Rua 10 de Julho, 593 - Centro de Manaus - (92) 3232-1195) tem um climão alternativo.

VARIAÇÕES SOBRE OUTROS TEMAS

Felipe Schaedler: Bárbaros Confeitaria, nessa eles trabalham com uma cozinha de bistrô de primeira além de uma excelente opção para um café ano fim da tarde. Um dos meus favoritos.

Ricardo Freire: o Restaurante Himawari, japa colado na praça do Teatro, é autêntico, tem pratos quentes ótimos. Serve também sushi de peixe de rio, mas não tem graça nenhuma.

Mais conteúdo sobre:
Manaus MasterChef

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.