Carlo Allegri/Reuters
Carlo Allegri/Reuters

1. Todas as malas serão cobradas à parte?

Não. Os passageiros poderão transportar uma mala de até 10 kg como bagagem de mão, independentemente da classe tarifária do bilhete

Mônica Nóbrega, O Estado de S. Paulo

14 Março 2017 | 10h43

Atenção: a regra está suspensa por liminar, em decisão provisória, que pode ser revogada a qualquer momento pela Justiça. 

As companhias aéreas ganham autonomia para decidir sobre as bagagens despachadas. A Latam vai cobrar R$ 50 por uma mala de até 23 kg em voo nacional, em data a ser ainda divulgada; a mesma mala continua sendo transportada gratuitamente em voos internacionais. A segunda mala de até 23 kg em voo nacional custa R$ 80, e US$ 90 em internacional. O excesso de peso custa até US$ 200.

A Azul criou a classe tarifária Azul, descontada em R$ 30 em relação às tarifas mais básicas da própria empresa em vigor até ontem (que agora se chamam Mais Azul e continuam a incluir 1 mala de até 23 kg), já à venda para 16 destinos. A franquia de bagagem ainda poderá ser adquirida depois, por R$ 30.

A Gol também criou classe tarifária mais básica, a Light, cujo valor não é necessariamente inferior aos atuais, à venda a partir de 4 de abril. As categorias que já existem, Programada e Flexível, continuam incluindo 1 mala de até 23 kg. A mala extra custará de R$ 30 a US$ 90 por peça. Na Avianca, nada muda ainda – a aérea não divulgou quando e como começará a cobrar pelo despacho de bagagens. 

O PREÇO DA MALA

AZUL

Quanto vai custar. Mantém o preço mínimo atual com uma mala de até 23 kg e cria tarifa com desconto de R$ 30, sem despacho de mala; a mala despachada posteriormente custará R$ 30.

Quando começa. A partir de hoje. A classe tarifária mais baixa já está à venda para 16 destinos do Sul e Sudeste do País, partindo do aeroporto de Viracopos.

LATAM

Quanto vai custar. R$ 50 reais por mala em voos nacionais; uma mala de até 23 kg incluída nos internacionais. A segunda mala custará de R$ 80 a US$ 100; o excesso de bagagem sai por até US$ 200.

Quando começa. A partir desta terça, 14, para os limites de peso, “nos próximos meses” para a cobrança pela mala despachada.

AVIANCA

Quanto vai custar. Em análise.

Quando começa. Por enquanto, não há cobrança extra por mala despachada.

GOL

Quanto vai custar. A menor tarifa não dará direito a despacho de mala; a opção poderá ser adquirida por R$ 30 a US$ 90 por peça. Tarifas intermediárias incluirão 1 mala de até 23 kg.

Quando começa. Nova política vale a partir de 4 de abril.

 

Mais conteúdo sobre:
AnacAviação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.