Fabio Andrade
Fabio Andrade

10 acampamentos para passar as férias de janeiro

Atrações ao ar livre, oficinas e atividades lúdicas são algumas das atrações oferecidas para a temporada de 2018

Larissa Godoy, Especial para o Estado

06 Dezembro 2017 | 18h46

Com as férias aí, mais que batendo à porta e já fazendo sala em casa, os acampamentos são uma opção para ocupar com sabedoria o tempo das crianças. A garotada se diverte, aprende e volta cheia de história. 

E as experiências ficam na memória. Tinha 14 anos quando fui pela primeira vez a um. O ano era 2003 (vai lá, pode fazer as contas) e o Iphone nem tinha sido lançado. Era uma viagem de formatura e a turma toda da 8ª série (hoje correspondente ao 9º ano) embarcou. Lembro muito bem de uma trilha que fizemos por um lamaçal. Perdi um pé do meu tênis, voltei com lama até na orelha e ainda tenho a foto desse dia num quadro lá em casa. Os celulares não fizeram falta

Cada vez mais o uso de aparelhos é uma questão a se pensar. O posicionamento dos acampamentos é unânime: melhor ficar sem. E como discordar? As crianças se desconectam e aproveitam muito mais o passeio. Portanto, mãe, pai e acampante: não se surpreenda ao ter o celular recolhido logo no primeiro dia da temporada. Marinheiros de primeira viagem, não se preocupem! Todos os locais desta lista disponibilizam maneiras de manter a comunicação com seus filhos. Veja, a seguir, 10 opções de temporadas para as férias de janeiro. 

Aruanã

A temporada começa no dia 13 e vai até o dia 20. Tem atividades para crianças e jovens de 5 a 17 anos. Este ano, com o tema circo, além das atividades tradicionais, oferece também oficinas de malabares, tecido, acrobacia e criação de máscaras e objetos. Custa R$ 2.640 e inclui transporte até Embu-Guaçu, com saída no Market Place. Trajeto é de 40 quilômetros. Celulares são proibidos, aparelhos levados são recolhidos e devolvidos no desembarque. 

English Camp

Voltado ao público de 8 a 17 anos, o acampamento em Itapetininga, a quase 170 quilômetros de SP, reforça o inglês de uma forma mais divertida. Tem baseball, lacrosse, horta, tirolesa, entre outros. Todas as atividades são realizadas no idioma estrangeiro. São três temporadas: de 6 a 10 (para acampantes de até 12 anos), 10 a 14 e 14 a 20, com quatro tipos de pacote, incluindo o familiar. Preços a partir de R$ 2.392. Celulares são proibidos, aparelhos levados são recolhidos e devolvidos no fim da viagem.

Flamboaiã

Localizado em Pindamonhangaba,a 140 quilômetros da capital, o acampamento é para crianças e jovens entre 6 e 16 anos. São duas temporadas: entre os dias 13 a 20 (até 14 anos) e 20 a 27 (até 16 anos). Teatro, cama elástica, gincana e jogos noturnos são algumas das atividades. Custa R$ 1.630,00 à vista ou três parcelas mensais de R$ 550,00. Celulares são recolhidos e podem ser usados se solicitados.

Jully Camp 

Oficinas de capoeira, teatro, tirolesa e passeios de trator são algumas das atividades propostas pelo acampamento em Tatuí, localizado a 140 quilômetros de São Paulo. Temporada vai de 14 a 20, com valores a partir de R$ 1.910. Faixa etária de 3 a 16 anos. Celulares levados são recolhidos no primeiro dia e devolvidos no fim da viagem. 

 

NR

Localizado em Sapucaí Mirim, na divisa entre São Paulo e Minas Gerais, as duas unidades do acampamento têm temporadas entre 8 e 22 de janeiro. Torneios esportivos, trilha, tirolesa e atividades culturais são algumas das atrações, divididas por faixa etária (de 5 a 10 e de 11 a 16 anos). A partir de R$ 3.316.  Uso de celulares é desencorajado.  

Paiol Grande 

Em São Bento do Sapucaí, a 200 quilômetros de SP, as temporadas começam a partir do dia 9. São três no total, com uma destinada ao público de 4 a 8 anos (as demais são de 6 a 17). Valores a partir de R$ 1.553,25. Entre as atividades, teatro, muro de escalada, lago para pescaria, cama elástica e cavalos. Uso de celulares é proibido, aparelhos levados são guardados no cofre do acampamento. 

Peraltas

Festival de Animes é o tema da temporada das férias de janeiro do acampamento localizado em Brotas, a 250 quilômetros de São Paulo. Entre os dias 3 e 27, os acampantes poderão participar de oficinas de grafite, biscuit e mangá, além das atividades tradicionais. A partir de R$ 1.957. Uso de celulares é limitado (liberado somente das 14h20 até às 15h20, todos os dias). Aparelhos são recolhidos e guardados nos cofres dos quartos dos acampantes. 

Replago

Oficinas de hip-hop, futebol de sabão, stand up paddle e tirolesa são algumas da atividades que os acampantes poderão participar no acampamento, localizado no Leme, a pouco mais de 200 quilômetros de São Paulo.  O ano começa com três temporadas: de 8 a 13, 14 a 20 e 21 a 27. A partir de R$ 3.410. Celulares não funcionam na região. 

Sítio do Carroção

Com tobogãs, cachoeiras com água aquecida e atividades lúdicas, o acampamento de Tatuí terá três temporadas: 7 a 13, 14 a 20 e 21 a 27.  É destinado à crianças e adolescentes de 5 a 16 anos. Pacotes a partir de R$ 4.079. Celulares são proibidos. 

Pumas

Com início no dia 5, as temporadas do acampamento dos Pumas, localizado entre Campos do Jordão e Pindamonhangaba, têm duração maior, de 13 a 25 dias. Custam a partir de R$ 2.139,94. O destaque são para atividades esportivas e possibilidade de passeio na Maria Fumaça. Faixa etária de 5 a 17 anos. Celulares são proibidos, aparelhos levados são recolhidos e devolvidos no último dia.

Leia mais: Cinco destinos para passar o fim de ano  

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.