Luiza Cervenka|Estadão
Luiza Cervenka|Estadão

3. Já para a casinha

Hospedar-se em Miami com um pet não é nada difícil. Muitos hotéis aceitam animais, mas é comum cobrarem uma taxa de hospedagem, que pode variar de US$ 35 a US$ 150. Stitch e eu ficamos em vários lugares ao longo da nossa estada – há boas sugestões para quem vai à cidade com seu bichinho de estimação no site bringfido.com.

Luiza Cervanka, Especial para O Estado de S.Paulo

13 Outubro 2015 | 04h59

O Fontainebleau é um dos hotéis mais refinados de Miami, com diárias a partir de US$ 199 o casal – e pet friendly. Já no check-in, os bichos são presenteados com plaquinhas de identificação. São diversas piscinas e restaurantes à disposição dos hóspedes de quatro patas. Há uma área exclusiva com grama para o animal se aliviar, com potes de água e “cata-caca”. Se você não tiver tempo para passear com seu cão, o hotel oferece serviços como babá canina e passeador.

Com vista para a baia de Key Biscayne, o Four Seasons (desde US$ 359 o casal) presenteia os pets com caminha confortável, potes, brinquedos e um menu exclusivo. Todos os funcionários nos trataram superbem, mas são poucas as áreas do hotel onde os animais podem circular.

O The Tides (desde US$ 385), por sua vez, não tem pet kit, mas aceita animais até mesmo no restaurante. É possível tomar café da manhã e ir à piscina ao lado de seu bichinho. Ao lado do Aventura Mall, o Residence Inn Marriott (desde US$ 186,96) tem apartamentos completos, com cozinha e sala. O hotel tem uma área externa arborizada, ótima para um passeio de fim de tarde.

Por fim, usando o site de imóveis de temporada AirBnb, alugamos um quarto na casa do Jose e da KC (uma vira-latinha linda), em Brickell, por R$ 123 ao dia. Como a KC também é velhinha, se deu superbem com o Stitch. Antes de fechar negócio, contudo, cheque com o anfitrião se a casa realmente aceita animais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.