NYT
NYT

4. Acomodações

Casa de família costuma ser a opção mais vantajosa para o bolso

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2016 | 04h10

Há um consenso entre os especialistas a respeito de hospedagem. Quem quer economizar deve escolher se hospedar em casa de família. “Em geral, custa 40% menos que a residência estudantil”, explica Fernanda, da Experimento, acrescentando que em casa de família o estudante costuma ter duas refeições incluídas – geralmente, o café da manhã e o jantar. E, de quebra, faz uma imersão cultural, já que vai ter contato direto com os costumes locais. 

Para poupar ainda mais, Bruno Passarelli, da Descubra o Mundo, sugere que o intercambista considere dividir o quarto – com uma ou mais pessoas. “Negociamos diretamente com alguns albergues que nós conhecemos. O preço é imbatível.” Segundo ele, quatro semanas de hospedagem em Malta, em quarto para dois, custa entre 500 e 550 euros; nos quartos coletivos do hostel esse valor fica em 250 euros. “Mas o estudante tem de estar ciente de suas escolhas”, avisa. 

Se você não abre mão da liberdade e prefere ficar em residência estudantil, para economizar será preciso fazer a própria comida. “Tem que virar dono de casa”, diz Guilherme Reischl, da Egali. 

Mais conteúdo sobre:
Intercâmbio Cultural

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.