5.

Algum impacto pode ser sentido em destino nacionais?

O Estado de S.Paulo

29 Maio 2012 | 03h09

Não dá para apontar aumento no preço de pacotes, passagens ou hotéis no Brasil que estejam relacionados com a alta do dólar. Mas basta uma rápida pesquisa para perceber que viajar pelo País continua caro. "A Amazônia é sempre cara, independentemente da época ou cotação da moeda americana, tanto que é mais procurada por estrangeiros. Mesmo hoje, com dólar mais alto, um brasileiro vai para a Europa gastando o mesmo", aponta Eby Piaskowy.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.