José Luiz Pavez
José Luiz Pavez

5. Sabores patagônicos

Em uma cidade cercada por ´água, é claro que os pescados e frutos do mar são destaque, mas churrasco de cordeiro também é uma boa pedida

Jéssica Otoboni, O Estado de S. Paulo

06 Março 2018 | 04h30

Em uma cidade cercada por tanta água, é claro que os pescados e frutos do mar estão entre os principais ingredientes da gastronomia. Além do salmão, prepare-se para ver nomes como congrio e mexilhões em vários cardápios – e ainda o cordeiro e as batatas que acompanham quase tudo. 

No restaurante do Hotel Lago Grey há menus com preço fixo compostos por entrada, salada ou sopa, prato principal e sobremesa, a 28.300 pesos (R$ 154). Inclui ainda pisco, água ou refrigerante, e café ou chá no fim da refeição. O congrio com ervilhas e polenta ao estragão é excelente. 

No centro de Puerto Natales, o Espacio Ñandu (facebook.com/espacionandu) fica em uma das esquinas da Praça de Armas, a principal da cidade. A especialidade da casa é o salmão, servido com batatas “duquesa” feitas à moda chilena. O local vende também souvenirs e o ambiente todo é embalado por trilha sonora de música britânica e americana, como Michael Jackson, Beatles e Madonna

Uma das casas mais recomendadas para provar comida tipicamente patagônica é Los Ganaderos (losganaderos.cl) A especialidade é o churrasco chileno, e a estrela, o chamado cordeiro magalhânico (17.900 pesos chilenos ou R$ 97). A seleção de peixes também é muito saborosa, com destaque para o salmão na manteiga (9.900 pesos, R$ 54).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.