Adriana Moreira/Estadão
Adriana Moreira/Estadão

8 - Sandália sob medida

Lima mede os pés dos clientes para criar os calçados ao gosto do freguês

O Estado de S.Paulo

21 Novembro 2017 | 03h30

Quem passa pela casa de paredes azuis às margens da AL-101, com retalhos de couro e de borracha espalhados, pode pensar que se trata de um sapateiro comum. O ambiente simples na região do Toque, com sandálias pregadas na parede, não reflete a complexidade do trabalho de Marcos Lima, que faz calçados sob medida há 38 anos. 

Autodidata, ele conta que a ideia de fabricar sapatos artesanais veio quando ele viu um homem andando com o calçado descolado. Começou fazendo testes com materiais diferentes, “errando e acertando” e, com o tempo, passou a criar botas de montaria para fazendeiros, no modelo que a pessoa pedia. Mas há anos deixou as botas de lado para se dedicar apenas às sandálias de couro, cujos clientes são, quase sempre, turistas. “O turista elogia, valoriza nosso trabalho”, conta ele. “Passei e me sentir realmente um artista.”

 Lima não pergunta quanto a pessoa calça para fazer seu trabalho: ele mede os pés de todos os ângulos possíveis. “As pessoas não têm o pé igual, né?”, justifica. Embora haja alguns exemplos de modelos pendurados na parede, o cliente pode pedir algo específico e até trazer uma foto. “Faço igualzinho”, conta, orgulhoso. 

Com a ajuda da filha Carol, Lima ganhou até perfil no Instagram, onde é possível ver algumas de suas peças. Os preços variam entre R$ 80 a R$ 120, e as sandálias ficam prontas em um ou dois dias, dependendo do modelo. Todos com quem conversei garantiram: as peças são muito confortáveis. Telefone: 82-99922-7223.

Mais conteúdo sobre:
Alagoas [estado]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.