Rodrigo Cavalheiro/Estadão
Rodrigo Cavalheiro/Estadão

A rede de túneis que fez a diferença

O local que melhor representa a Guerra do Vietnã fica a duas horas de Ho Chi Minh. A rede de túneis de Cu Chi se tornou lendária nos anos 1960 porque facilitou o controle vietcongue de uma grande área rural a apenas 30 quilômetros da antiga Saigon, bem perto de onde estavam os norte-americanos.

O Estado de S.Paulo

23 Julho 2013 | 02h20

A engenhosa rede de túneis chegou a alcançar 200 quilômetros, indo até a fronteira com o Camboja. Era ali, sob a terra, que agricultores se escondiam, fabricavam armas e armadilhas e viviam com suas famílias, resistindo à ocupação. Hoje, quem se embrenha por ali são os turistas.

Os túneis foram alargados para que os turistas possam passar por eles e ter uma ideia de como era viver em Cu Chi na época da guerra. A experiência pode ser bem claustrofóbica. Outra parte interessante são as armadilhas, feitas com ferro e madeira, mas capazes de matar um homem ou parar um tanque - um deles ainda está no mesmo lugar de quando foi tomado.

Os moradores de Cu Chi aprenderam a montar seus utensílios de guerra com os restos de equipamentos abandonados pelos americanos: foguetes cortados se transformavam em granadas e pneus de tanques viravam chinelos de tiras. /A.P.

Mais conteúdo sobre:
Viagem túneis Vietnã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.