Acima das nuvens, mas em contato com o mundo

Mais empresas aéreas investem em internet e celular a bordo, decretando o fim da era dos voos desconectados. Inclusive no Brasil

Mônica Nóbrega, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2009 | 03h17

Twitter, Facebook, e-mail, torpedos e quase todos os recursos da comunicação em tempo real começaram a conquistar espaço no último lugar até agora praticamente imune a eles: aviões em pleno voo. Com novidades como atualização de redes sociais, lançada na semana passada pela alemã Lufthansa, e permissão do uso de celular a bordo, novidade da brasileira TAM prometida para este ano, as empresas aéreas decretam, aos poucos, o fim dos voos desconectados.

Criado pela Lufthansa, o My Sky Status (http://myskystatus.com) funciona para qualquer companhia. Basta indicar no site data e número do voo. A seguir, selecione Twitter ou Facebook e que tipo de post deve ser enviado. As opções são um aviso único no momento da decolagem ou recados periódicos para mostrar qual ponto do planeta a aeronave sobrevoa no momento. Nesse caso, a atualização é feita a cada uma ou duas horas e inclui link com rota e localização marcadas no Google Mapas.

No ar há uma semana, o serviço ainda tem algumas falhas, por causa do grande número de acessos não esperados pela Lufthansa, segundo o coordenador de Marketing Online para a América Latina, Flavio Amâncio. "O problema será resolvido em cerca de duas semanas."

Em oito testes feitos pelo Viagem&Aventura entre quarta e sexta-feira, dois deram certo. Uma curiosidade: você não precisa estar de fato no avião para se cadastrar. Segundo Amâncio, o sistema não confere essa informação porque a legislação internacional proíbe a divulgação de listas de passageiros.

E-MAILS E MAIS

Mais duas aéreas planejam ter acesso à internet em pleno voo. A United promete que laptops e celulares a bordo poderão navegar na web ainda neste ano, nas rotas entre Nova York, Los Angeles e São Francisco. E a Lufthansa, que já teve internet a bordo entre 2004 e 2006, prevê que o sistema voltará a operar em meados do ano que vem, inclusive nos trechos intercontinentais.

A facilidade já existe na Emirates (inclusive na rota São Paulo-Dubai), nos trechos domésticos dos Estados Unidos na American Airlines e na British. Com quase tudo o que a rede permite, como troca de e-mails, atualização de blogs e leitura de notícias (Skype é exceção).

AUTORIZAÇÃO

A TAM aguarda apenas o aval das agências Anac, da aviação civil, e Anatel, de telefonia, para liberar o uso celular em seus aviões - ainda neste ano, segundo previsão da empresa. Até 12 passageiros poderão utilizar o telefone ao mesmo tempo.

O celular já é autorizado em parte dos voos da Emirates. Outras aéreas, como American Airlines, Air France e KLM, têm telefones via satélite nas poltronas.

CONTE SUA EXPERIÊNCIA

Se você já usou o celular no avião, acessou a internet ou testou o My Sky Status, conte suas impressões no nosso Twitter:

@viagemeaventura

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.