Adrenalina sobre quatro rodas

Suba num quadriciclo e desbrave caminhos cheios de lama, subidas e poeira

Aline Nunes, O Estado de S.Paulo

03 Junho 2008 | 03h16

Acelere como se estivesse em uma moto e freie como numa bicicleta. Não é preciso muito equilíbrio ou desenvoltura para se dar bem em uma aventura sobre um quadriciclo. Nada de complicação: no guidão, à direita, está o acelerador, acionado com um simples toque do polegar. À esquerda, os freios. Ah, não esqueça da segurança: capacete é fundamental. Já sabe o básico? Então descubra lugares perfeitos - no Brasil e no mundo - para serem desbravados dessa maneira. BONITO Às margens do Rio Sucuri, em Bonito, no Mato Grosso do Sul, o roteiro sobre quatro rodas tem morros e muita lama. A rota, repleta de obstáculos e muita natureza, tem oito quilômetros. O percurso fica dentro de uma fazenda e termina nas cachoeiras do Rio Formoso, o principal da cidade. Mas não pense que, por estar em uma área particular, a trilha não tem aventura. O terreno é íngreme e o trajeto de ida e volta demora, em média, duas horas para ser feito. O passeio custa R$ 90 por pessoa. Informações na Fazenda São Geraldo: (0--67) 3255-1030; www.riosucuri.com.br. PRAIA DO FORTE Acelere sua máquina para desbravar a Reserva da Sapiranga, na baiana Praia do Forte. Nessa área preservada, os aventureiros seguem por uma trilha repleta de jardins de bromélias coloridas. A rota começa no Castelo Garcia d''Ávila e termina às margens do Rio Ipojuca - o ponto alto do percurso. Mas, antes da recompensa, se prepare para um caminho de 12 quilômetros com muita lama, curvas e subidas. No fim, relaxe e faça um bóia-cross na correnteza - o passeio está incluído no aluguel do veículo. O tour custa R$ 176 para até duas pessoas. Informações na Bahia Adventure: (0--71) 2104-8600; www.bahiaadventure.com. MONTE VERDE Para os iniciantes, Monte Verde, em Minas Gerais, é o local ideal para dar as primeiras aceleradas. Nas estradinhas de terra que ficam nos arredores do centro do distrito, pilotos novatos podem pegar as ''manhas'' do quadriciclo. O percurso de nível leve dura, em média, 1h30. Depois de certo treino, os aventureiros podem se arriscar na trilha da Cachoeira dos Pretos, uma das mais bonitas de lá. O trajeto é mais difícil - com muitas curvas, subidas e descidas - e mais longo: são 60 quilômetros de off-road. O roteiro de uma hora e meia para iniciantes custa R$ 100 e para os experientes, R$ 170. Informações na Monte Moto: (0--35) 3438-1314. NOVA ZELÂNDIA Na Ilha Norte, o Monte Tongariro é destino certo para amantes do montanhismo. Se caminhar não é muito a sua praia, que tal explorar a região sobre quatro rodas? Para isso, no entanto, é preciso ter experiência com a máquina: a trilha que leva ao Monte Tongariro tem 17 quilômetros, dura cinco horas e é repleta de subidas, descidas e pedras. Os novatos que decidirem se arriscar devem procurar um instrutor local pra acompanhar a jornada. O roteiro inclui piquenique e custa 440 dólares neozelandeses (R$ 569) por pessoa. Mais informações na Ruapehu Quad Bike Tours: www.ruapehuquad.co.nz. ÁFRICA DO SUL Imagine circular 2h30 entre rinocerontes, girafas, elefantes e zebras. Em Mossel Bay, na Reserva Botlierskop, o passeio sobre ocorre no meio dos animais. Por lá, bichos de 22 espécies circulam livremente. O passeio é praticamente um safári. No mesmo local ainda há opção de pegar carona em um elefante. A rota de quadriciclo custa 320 rands sul-africanos (R$ 86) e o passeio de elefante, 350 rands sul-africanos (R$ 75). Informações na Reserva Botlierskop: (00--27-444) 696-6055; www.botlierskop.co.za. ARUBA Não esqueça os óculos. O vento que refresca essa pequena ilha caribenha pode atrapalhar seu passeio. Não será nada agradável ter de interromper o circuito para tirar areia dos olhos. O tour por Aruba começa em sua capital, Oranjestad, onde os turistas fazem as primeiras manobras no asfalto. Depois de quase uma hora de percurso, chega-se ao Arikok National Park - reserva que ocupa 20% da ilha. É lá que começa a aventura. Terrenos acidentados, pedregulhos e muita poeira. Como recompensa, a linda vista da ilha e o convite ao mergulho. Custa US$ 75 (R$ 125) por pessoa. Informações na Watapana Tours: www.watapanaaruba.com.

Mais conteúdo sobre:
tricilo aruba

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.