Aeroporto

Então você está finalmente pronto para partir ao aguardado destino. É nesses momentos que o aeroporto faz toda a diferença na experiência de viajar. Instalações e eficiência dos serviços são alguns critérios avaliados pelo ranking Skytrax, que também indica os melhores aeroportos do planeta. 

Mônica Nóbrega, O Estado de S. Paulo

29 Março 2016 | 04h00

Na premiação de 2016 – e na de 2015 também – Changi, em Cingapura, Incheon, em Seul, e Munique ocupam os três primeiros lugares, respectivamente. Changi também faz bonito no quesito entregar a bagagem rapidamente e em boas condições: é o terceiro desse ranking específico, depois de Kansai e Tóquio, ambos no Japão. 

Chegadas e partidas são mais sofridas na América do Sul, segundo o Skytrax. O aeroporto El Dorado, o mais bem colocado aqui na nossa parte do continente, aparece em 46ª colocação – melhor, é verdade, que o 98º lugar do ano passado. Lima, segunda sul-americana, caiu da 35ª colocação para a 49ª. Quito é o terceiro dos representante abaixo da linha do Equador, em 62º – era o 105º no ano anterior.

A pesquisa foi respondida por 13,25 milhões de passageiros de 106 nacionalidades. O Brasil vai mal nesse retrato internacional que considera 550 aeroportos pelo mundo: não há nenhum terminal do País entre os 100 mais bem colocados. Apesar disso, há melhoras. A Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República faz, há três anos, um pesquisa trimestral de satisfação que avalia 48 itens de infraestrutura, atendimento e serviços nos 15 principais aeroportos do Brasil. A média de satisfação geral dos passageiros subiu de 3,94 pontos (de 5 possíveis), no quarto trimestre de 2014, para 4,16 pontos, no quarto trimestre de 2015.

Cuiabá, Salvador e o Galeão, no Rio, são os mais problemáticos do País. Os três mais bem colocados são Curitiba, Campinas e Guarulhos, nessa ordem. 

LEIA MAIS: Minha mala sumiu no aeroporto. E agora?

Mais conteúdo sobre:
aeroporto viagemAeroporto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.