Loren Elliot/Reusters - 24/9/2018
Loren Elliot/Reusters - 24/9/2018

Aeroportos dos EUA flagraram recorde de armas em malas de mão em 2018

Scanners encontraram mais de 4,2 mil armas de fogo; 86,15% delas estavam carregadas

Da Redação, O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2019 | 15h34

Um total de 4.239 armas de fogo foram flagradas em malas de mão nos aeroportos dos Estados Unidos durante o ano de 2018. O número é o mais alto na história do TSA (Transportation Security Administration), órgão responsável pela segurança dos voos no país, criado em 2001. Representa um aumento de 7% em relação às apreensões de 2017. O TSA divulgou os dados na última quinta-feira (7 de fevereiro).

Ainda segundo o TSA, 3.656 (86,15%) das armas de fogo flagradas nas malas de mão estavam carregadas. O órgão autoriza o transporte de armas de fogo apenas no porão do avião. As armas devem estar descarregadas e trancadas em malas adequadas. 

As armas de fogo foram identificadas na bagagem de mão no momento em que malas passaram pelos escaners, no embarque. Foram encontradas ainda três granadas ativas e uma inerte. Em média, 11,6 armas foram descobertas por dia em aeroportos dos Estados Unidos em 2018 - o campeão foi o aeroporto de Atlanta Hartsfield-Jackson, na Geórgia, seguido dos aeroportos Dallas-Foth-Worth (Texas) e Phoenix Sky Harbor (Arizona). 

Segundo o órgão, 813,8 milhões de pessoas foram escaneadas nos aeroportos americanos durante o ano de 2018. O órgão informou que o número de armas de fogo confiscadas em bagagem de mão nos aeroportos americanos vem aumentando desde 2008 - período em que também foram registrados aumentos anuais no número de pessoas e bagagens escaneadas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.