Agito sob o sol europeu

O que Londres, Paris, Berlim, Madri e Lisboa reservam para o seu roteiro no verão deles

Adriana Moreira

17 Junho 2010 | 11h18

Culto ao calor. Praia artificial, piscinas e até cinema sob a luz do luar são algumas táticas parisienses para curtir a estação. Foto: Benoit Tessier/Reuters

 

 

 

O inverno rigoroso do Hemisfério Norte faz com que a chegada do calor seja bastante celebrada por lá. Não se estresse com filas e preços altos: a animação compensa.

 

Paris. Nada mais emblemático no verão europeu que as Paris Plages, praias artificiais distribuídas pela cidade. Além de guarda-sóis, cadeiras e areia, algumas têm piscinas, palco para concertos, aulas de ginástica... Normalmente, começam a funcionar na última semana de julho e seguem até o fim de agosto, quando ocorre o Cinéma au Clair de Lune - exibições de filmes ao ar livre, após o anoitecer, ou seja, depois das 22h. Para evitar filas em pontos concorridos como o Louvre (louvre.fr), compre o ingresso online.

 

Madri. Prepare-se para uma cidade que, literalmente, ferve nesta época do ano. O calor na capital espanhola chega aos 40°C no verão e exige protetor solar, sorvete e paradas estratégicas: entre em museus ou faça compras nas horas mais quentes do dia. A partir do dia 29, começa o Veranos de la Villa (veranosdelavilla.esmadrid.com), extensa programação cultural com shows e cinema ao ar livre (há atrações grátis). Até 22 de agosto.

 

 

Veja também:

Sem fama, mas com visual de tirar o fôlego

 

 

Berlim. Moderna e intensa, Berlim fica ainda mais agitada no verão. Os biergartens, áreas ao ar livre para tomar uma convidativa cervejinha, estão por toda a parte. Para aplacar o calor, lagos da cidade se transformam em praias - é possível até nadar. E se quiser aproveitar para assistir a Copa do Mundo por lá (eles também adoram), telões serão montados em pontos estratégicos da cidade. Site: visitberlin.de.

 

Lisboa. Sabe as nossas tradicionais festas juninas? Pois comece a imaginar quadrilhas e casamentos com sotaque lusitano. As Festas de Lisboa (festasdelisboa.com) já começaram e seguem até 15 de julho na Praça do Rossio. Em algumas delas há apresentações nas ruas e até no transporte público. Quer praia? Vá até a estação Cais do Sodré e pegue trem para Estoril ou Cascais - a viagem dura cerca de meia hora.

 

Londres. Em uma metrópole com as dimensões de Londres não é de se estranhar a quantidade e variedade de eventos nesta época. O Palácio de Buckingham abre as portas, de 27 de julho a 1º de outubro, para visitas. O preço é salgado: 30,50 libras (R$ 81,20). Mais em conta: de 2 a 27 de agosto, o London Fringe reúne artistas do mundo todo, com performances, espetáculos de música, teatro, dança, concertos - alguns gratuitos. A programação completa está no londonfestivalfringe.com. Já no London Literature Festival (londonlitfest.com), até 15 de agosto, além de encontrar com escritores do mundo inteiro e participar de palestras, dá até para bater bola com o Sócrates.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.