Sofia Patsch/Estadão
Sofia Patsch/Estadão

Agra

Onde fica o cobiçado Taj Mahal

Sofia Patsch, Agra

29 Maio 2018 | 05h07

Taj Mahal é o epítome do turismo na Índia. Patrimônio da Unesco e uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno, é celebrado não só por sua magnificência arquitetônica, mas por ser o símbolo do amor eterno. 

Trata-se, na verdade, de um mausoléu, construído pelo imperador Shah Jahan entre 1631 e 1648 em memória de sua terceira esposa, Mumtaz Mahal. Quando Jahan morreu, em 1666, foi colocado ali, ao lado de sua amada, onde ambos repousam até hoje. 

Feito em mármore branco, foram necessários 22 anos e mais de 20.000 trabalhadores para completar a obra. Na entrada, é preciso colocar proteção nos calçados para não riscar o mármore delicado – mas é comum ver indianos andando descalços ali, mesmo com o sol abrasador. Vá cedo para evitar multidões.

É um lugar que transmite paz, com seus lindos jardins de cartão-postal – um contraste com o caos de vendedores na parte externa. Entrada a 1.000 rupias (R$ 53); clique no site oficial. Fechado ao público às sextas.

Mais conteúdo sobre:
Índia [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.