Ambientes descolados e aulas da dança local

Apesar de nada convidativo, com seus anúncios "no guns" expostos na fachada, o Palácio Nacional da Cultura é point entre os moradores de Sófia quando a noite cai. Localizado ao sul de Vitosha Boulevard, o enorme complexo da era comunista reúne bares, baladas e salas de concerto. Um dos mais concorridos é o bar de jazz Studio 5, que recebe a cada noite uma atração diferente, seja grupos de estudantes que tocam ska-metal, o jazzista búlgaro Theodosii Spassov, ou apresentações de tango e comédia. Do outro lado do edifício, o Culture Beat, um lounge cosmopolita com piso composto por mosaicos de azulejos, também está na moda.

O Estado de S.Paulo

02 Outubro 2012 | 03h11

Outra opção noturna descolada é o antigo Kino Vlaikova, cinema criado em 1927 que, há dois anos, se transformou em espaço para bandas independentes. Mais ao leste, há o novo e chique Kanaal, local de inspiração holandesa, com cervejas trapistas no menu (desde 5,50 lev ou R$ 7,30 cada) e mostras de arte.

Para curtir noite adentro, os jovens vão para o bairro NDK, onde está a Ponte dos Amantes, local dos casais passearem enquanto apreciam exposições fotográficas ao ar livre e a vista da montanha Vitosha. A ponte começa na base do palácio e se estende por uma via com casas noturnas alinhadas lado a lado.

Uma das mais novas é a Horoteka, onde, devidamente servidos de Shumenskos (a cerveja local) ou Red Bulls e na trilha de um DJ animado, os jovens de Sófia encenam variações divertidas do horo, tradicional dança búlgara. Interessado em dominar cada etapa dela? Invista em uma aula em grupo (6 lev ou R$ 8) ou compre o DVD com tutorial básico (12 lev ou R$ 16) no bar. / NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.