Amigos, amigos, viagens à parte

Nosso insaciável viajante continua fazendo segredo. Não diz a ninguém onde se hospedará no Brasil durante a Copa do Mundo. É de se presumir que mr. Miles estará em Manaus no dia 14 de junho, data em que a seleção inglesa fará sua estreia contra a Itália. Seguiremos pesquisando em busca de tão notável visita.

Mr. Miles, O Estado de S.Paulo

27 Maio 2014 | 02h11

A seguir, a pergunta da semana:

Sr. Miles: somos um grupo de dois casais e estamos planejando dez dias de férias juntos na primeira semana de agosto, mas já se passaram três semanas e ainda não conseguimos chegar a um consenso. Será que você poderia nos ajudar dando sua opinião (o que visitar, se o período é favorável, sua escolha pessoal) sobre as opções levantadas durante nossas reuniões? São elas: Key West (Flórida); Manaus e rios da Amazônia (Amazonas); Lençóis Maranhenses (Maranhão); e Ushuaia (Argentina). Muito obrigada.

Kennia Chini, por e-mail

"Well, my dear, já discorri sobre tal tema anteriormente. Não sobre os destinos em questão, mas os casos de amizade que, unfortunately, terminaram mal durante viagens como a que você prenuncia. Torço muito para que este não seja o caso. However, vejo que vocês já estão divergindo muitos antes da viagem - o que não é exatamente um bom presságio.

Amigos de churrasco, de carteado ou de jogging, vizinhos de condomínio ou mesmo irmãos e cunhados costumam não ser os mesmos durante uma viagem. Os conflitos mais comuns são os de interesse: quando um casal quer ir às compras, for instance, e o outro prefere visitar um museu ou ver o pôr do sol em um mirante. Isso pode ocorrer ocasionalmente, mas à medida que os interesses se distanciam, a amizade começa a sofrer beliscões.

O mesmo ocorre, sometimes, na hora das refeições. O casal X quer fazer um bom jantar, mas dispensa o almoço para aproveitar mais do roteiro; o casal Y, entretanto, não abre mão de todos os prazeres gastronômicos de uma viagem e adora refeições prolongadas. É encrenca na certa! E quando o casal X quer provar da comida local e o Y prefere uma pizza?

Well: é claro que cada um pode exercer sua escolha sem problemas. According to my experience, however, é assim que surgem as primeiras fissuras sérias em uma relação de amizade. Cada dupla em seu restaurante haverá de comentar como a outra é egoísta e intransigente. E questionar-se-á por que diabos resolveu viajar com amigos e, well, será mesmo que eles são amigos?

Veja bem, dear Kennia: longe de mim obnubilar qualquer sonho de viagem. Espero que vocês não tenham nenhum desses problemas ou que, diante do exposto, optem por viagens separadas e sejam amigos para sempre.

Quanto aos destinos ora em pauta, eu diria que eles são, in fact, uma miscelânea interessante. Em Key West, vocês encontrarão um lindo Mar do Caribe e dezenas de sósias de Ernest Hemingway. Mas não é programa para uma viagem longa. A Amazônia é justamente o contrário: se vocês ficarem pouco tempo, tudo o que verão é a monótona paisagem plana de uma floresta fechada com um grande rio à frente. Para ter uma ideia de sua imensa formosura é preciso, at least, fazer uma grande expedição.

Os Lençóis Maranhenses são de uma beleza ímpar. O mesmo não se pode dizer de Barreirinhas, a cidade de apoio, que não tem qualquer charme. Agosto é uma boa época para ir, porque as lagoas estão cheias e já não chove. Por fim, Ushuaia: well, darling, um refúgio aconchegante no fim do mundo e um lugar para esquiar em agosto, sem pistas muito desafiadoras. Perfeito para casais de amigos que não terão disputas sobre restaurantes ou atrações, já que tudo é pequeno e sobra tempo para um bom jogo de baralho."

É O HOMEM MAIS VIAJADO DO MUNDO.

ELE ESTEVE EM 183 PAÍSES E

16 TERRITÓRIOS ULTRAMARINOS

Mais conteúdo sobre:
Mr. Miles

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.