Antes de emigrar, viaje!

Mr. Miles acaba de nos fazer outra desfeita: em seu retorno da Argentina, resolveu comer uma farofa de pinhão na companhia de Paulo Hafner, nas coxilhas do alto da Serra Gaúcha. Montado em um de seu cavalos crioulos, avançou campo afora, terminando a jornada com uma grapa junto com a peãozada. Mas, para nosso desconsolo, não passou pela redação. A seguir, a pergunta da semana:

O Estado de S.Paulo

04 Novembro 2014 | 02h06

Prezado mr. Miles: estou entre os muitos brasileiros descontentes com a política e, como sou jovem, penso em mudar do Brasil. Tenho passaporte austríaco e acho que poderia me dar bem na Europa. Como nunca viajei, gostaria de ouvir os seus conselhos.

Bruno Jordão Haupt, por e-mail

"Well, my friend: presumo que você tenha escrito esta carta de cabeça quente, depois do resultado de vossas eleições. Minha primeira observação é lembrá-lo de que mala tempora currunt, ou seja: o tempo se encarrega de curar os males. Mesmo os de amor. Se, pelo mero resultado de uma eleição - por mais terrível que seja em sua opinião -, você quer deixar o Brasil, ouso presumir que você é um jovem sozinho, não tem amigos, não é querido pela mulher que habita seus sonhos e anda enfastiado da vida. Am I right?

Se tudo (ou parte) disso for verdade, I suggest you to travel. Vá conhecer a Áustria de seus antepassados, prove uma sachertorte no Hotel Sacher, tome um café no velho Havelka, ouça um concerto de Mozart ou veja o espetáculo dos fabulosos cavalos lipizzaner em Viena. Siga ao palácio de Schönbrunn, volte ao centro e prove a Imperial Torte, a preferida dos Habsburgos. Você vai se sentir leve como uma pluma, sobretudo se falar alemão. Não decida nada, however, antes de tentar fazer um amigo vienense. Or a girl.

Veja que abertura eles lhe dão, se estão dispostos a tomar um chope na esquina ou se vão ficar felizes se você aparecer inesperadamente na casa de algum deles. Well, dear Bruno: acho que esse será um grande teste. Os povos germânicos não costumam ter o calor humano e a facilidade de relacionamento dos latinos. Você pode até encontrá-los, nearly drunk, em alguma balada - e sentir-se bem recebido pelas pessoas. Nevertheless, nenhuma delas o reconhecerá no dia seguinte. Assim são os povos: diferentes uns dos outros e muito especiais por essas diferenças.

Mas todos eles cometem, sometimes, erros políticos com os quais deverão arcar, mais ou menos. A Áustria, as you know, é a terra natal de um certo Adolf Hitler. E, apesar de tudo o que sofreu durante a 2ª Guerra Mundial, ela elegeu, na última década, um político xenófobo e ultranacionalista como Jörg Haider. Talvez os vienenses tivessem melhor motivo para emigrar ao Brasil do que você. Don't you agree?

Anyway, my friend: viaje! Se as suas mágoas dissiparem-se durante a jornada, então você estará pronto para voltar e animado a opor-se ao governo de que não gosta. Se, however, a decepção continuar instalada em seu espírito, saiba que, probably, o problema não é o lugar onde você está, mas em que lugar de sua alma está o problema. Como dizia o saudoso doutor Montag, antes que as dores viagem é preciso primeiro curá-las.

On the other hand, se você topar com a felicidade apesar de meus modestos conselhos dissuasórios, aproveite o passaporte europeu, arrume um emprego e tenha uma feliz vida nova. Com os recursos modernos da internet, você vai, of course, poder acompanhar tudo o que acontece aí no Brasil. E, se mantiver a dupla nacionalidade, ainda terá como votar nas próximas eleições."

É O HOMEM MAIS VIAJADO DO MUNDO.

ELE ESTEVE EM 183 PAÍSES E

16 TERRITÓRIOS ULTRAMARINOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.