Antes e depois da aventura, muita mordomia

É na gigantesca cratera de um vulcão extinto que está o Pilanesberg Park. E quem melhor desfruta de suas belezas naturais, sem abrir mão da mordomia a que tem direito, se hospeda no Ivory Tree Game Lodge (ivorytreegamelodge.com), resort de alto luxo localizado pertinho da entrada nordeste do complexo.

Bruna Tiussu,

13 Setembro 2011 | 14h40

 

São 59 chalés decorados com cores da terra e cuidadosamente posicionados para privilegiar a panorâmica das montanhas que circundam a área – especialmente da varanda e da banheira.

 

Outro destaque do quarto é o chuveiro ‘open-air’, que pode parecer um tanto desafiador durante a estação fria. O segredo é encarar o banho ao ar livre com o sol a pino. A ducha refresca na medida certa.

 

Na área comum, bar, piscina de pedra, sala com lareira e restaurante. É ali que chá, café e bolachinhas esperam os hóspedes antes do safári das 6 horas da manhã. À noite, o cardápio muda, e os turistas são recebidos com um vinho nacional fortificado – excelente para espantar o frio.

 

Se os almoços figuram como uma refeição comum, os jantares mais parecem um evento. Cada mesa é composta pelas pessoas que compartilharam o mesmo jipe durante o game, com direito à presença ilustre do guia. Ali, a conversa se desdobra até as histórias, dados e causos ocorridos na reserva. Tudo muito agradável, regado, é claro, por vinho sul-africano.

 

Entre um safári e outro, uma siesta cai bem. Há quem prefira as espreguiçadeiras esticadas sob o sol. Para aqueles que fazem questão de verdadeiramente relaxar com o auxílio de profissionais, a opção testar algum dos inúmeros tratamentos do Amani Spa. Com produtos exclusivos, preparado a partir de ingredientes locais, recarregam as energias para a próxima aventura na savana.

Mais conteúdo sobre:
viagemÁfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.