Às ilhas, prefira ir de carro Lagos verdes de encantar

O deslocamento da Ístria até a região da Dalmácia, no sul croata, toma poucas horas. Com um dia de viagem sobrando, inclua na rota a cidade de Zadar, no caminho, ou o Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, um acréscimo de 80 quilômetros que demora mais do que o esperado porque o trajeto inclui estradas sinuosas, que pedem direção cuidadosa.

ZADAR, O Estado de S.Paulo

22 Julho 2014 | 02h06

O parque é a opção mais promissora. Os visitantes caminham por pontes de madeira entre 16 lagos de um verde que alterna entre esmeralda e turquesa, às vezes chegando ao fosforescente. Os lagos ficam em diferentes níveis e se conectam, formando cachoeiras, cascatas e um panorama que os cenógrafos da ficção não imaginariam melhor. Chegue até as 13 horas para aproveitar o parque, porque os transfers internos de volta à entrada deixam de funcionar antes do fim da tarde.

Zadar é um tanto menos turística, mas tem ao menos duas boas atrações. O Órgão Marítimo é um sistema de tubos que soam de acordo com a chegada da maré àquela parte da orla.

A vizinha Saudação do Sol consiste em um círculo de 22 metros que, após absorver a luz solar, produz um jogo de luzes do anoitecer até o amanhecer seguinte. / T.M.

Várias das ilhas turísticas croatas têm tamanho considerável, caso de Krk (409 quilômetros quadrados), Brac (396), Hvar (297) e Korcula (279). Isso torna o carro uma boa opção para ir além das áreas centrais.

A Krk, maior ilha do país, bastante urbanizada, se chega por uma ponte. Korcula fica a apenas 900 metros da costa, mas pede ferryboat. Brac e Hvar, bem mais afastadas, também. Para economizar, saia de pontos mais próximos na costa. De Drvenik, perto do sul de Hvar, o carro no ferry custa 90 kunas (R$ 35), contra 280 kunas (R$ 111) desde Split.

Mljet (98 quilômetros quadrados) também merece visita por causa de um parque nacional com vegetação abundante. Para as opções de ferry pela Croácia, visite o site croatiaferries.com.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.