Emprotur Argentina
Emprotur Argentina

Bariloche, Argentina

Azul e Latam terão voos diretos para a estação de esqui queridinha dos brasileiros nesta temporada

O Estado de S.Paulo

30 Maio 2017 | 04h00

Perfil

Como tem atividades bem variadas, Bariloche é ótima para levar as crianças, que podem se divertir no esquibunda ou no tubing (descida com boias). Elas pegam o jeito de esquiar rapidinho e deixam os adultos no chinelo. Ali não faltam hotéis e restaurantes românticos, o que faz do destino uma ótima escolha de lua de mel. E se você vai estrear na neve, também é boa opção: se não gostar da experiência, não faltam passeios bacanas ali por perto.

Novidades 

A abertura oficial da temporada está marcada para 9 de julho, feriado na Argentina, mas os teleféricos começam a operar no fim de junho – só não há certeza se as pistas estarão boas para esquiar. As cervejarias artesanais são uma febre ali – a Blest, uma das clássicas da região, se mudou para a Calle Neumeyer, no centro da cidade. Chocolaterias tradicionais, como a Rapa Nui, Mamushka e Abuela Goye, passaram por reformas. De 6 a 10 de setembro, Bariloche será sede da Copa do Mundo de Snowboard Cross Country.

Principais passeios

Cerro Catedral é a estação de esqui de Bariloche e fica a cerca de 20 quilômetros do centro. Contrate aulas de esqui ou snowbord se você for iniciante, mas dá para fazer os já citados esquibunda e tubing (não é só para crianças) e passeios com raquetes. Se o esquibunda for seu esporte, seu lugar é Piedras Blancas – são cinco pistas só para a prática e teleféricos que levam ao alto da montanha para deixar tudo mais divertido (e menos cansativo).

 O tour conhecido como Circuito Chico leva aos mirantes do Cerro Otto (que tem uma cafeteria giratória no topo) e Cerro Campanario e passa pelas margens do belo Lago Nahuel Huapi. Também há passeios de barco pelo lago, mas o melhor é não fazer as duas coisas no mesmo dia.

 A 1h30 de Bariloche, a vizinha Villa La Angostura é mais exclusiva, com foco em serviços e ótimos restaurantes. Se não quiser agito, considere se hospedar ali. O centro de esqui da cidade é o Cerro Bayo, localizado a 9 km do centro da vila.

Além do esqui

Nem só de atividades na neve vive o turista em Bariloche. O centro da cidade tem tudo o que o brasileiro gosta: restaurantes, lojinhas, bares... Aproveite as ótimas cervejarias artesanais da região, como Cava Clandestina e Cerveceria Patagonia.

Hotéis e transporte

Quer depender menos de carro? Fique em um dos hotéis do centro para poder ir a lojinhas e restaurantes a pé. Na Avenida Bustillo há hotéis mais novos e charmosos – use táxi (mais barato) ou remis (carros com valor da corrida fechado) para ir e voltar do centro. Para os passeios, o transporte costuma estar incluído. Pondere sobre alugar carro: dirigir na neve é um desafio e exige preparação. Tem certeza que está disposto a correr o risco?

Dicas extras

As Calles Mitre e San Martín têm várias opções para aluguel de trajes (há kits a partir de R$ 30 ao dia, para o traje completo) e as próprias estações alugam o equipamento (a partir de R$ 80 ao dia, em média). A não ser que você pretenda voltar muitas vezes, não vale a pena comprar. Resolva isso logo no dia da chegada para poder curtir a neve sem limites cedinho no segundo dia.

Como chegar 

Nesta temporada, a Latam e a Azul anunciaram que terão voos diretos. Os da Azul, saindo de Viracopos, operam de 1º de julho a 12 de agosto, sempre aos sábados, com saída às 9 da manhã (chegada no destino às 13h40) e volta às 14h30 (chegada às 18h40), e custam a partir de R$ 1.887, ida e volta. Já os da Latam operam de 1º de julho a 13 de agosto e saem de Guarulhos, de sexta a domingo – os horários variam de acordo com o dia da semana, mas a decolagem será sempre entre 10h05 e 10h40 (chegada entre 14h45 e 15h20). Os voos de volta também são de sexta a domingo, com partida entre 15h45 e 17h25 e chegada entre 19h55 e 21h35.

Pacotes

Na Interpoint, 7 noites no Hotel Cacique Inacayal com café custa a partir de de US$1.455 por pessoa, em quarto duplo. Inclui passes de esqui com traslado ao Cerro Catedral e ao aeroporto. Na CVC, 4 noites a partir de US$ 971 por pessoa, com aéreo, equipamento, duas horas de aula e passes de esqui.

Mais conteúdo sobre:
Argentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.