Berço de Scarlet O'Hara

Foi em um apartamento de um casarão do final do século 19, localizado em Midtown, em Atlanta, que a escritora Margaret Mitchell escreveu, no início do século 20, o clássico romance E o Vento Levou. O espaço, hoje em mãos do Centro Histórico de Atlanta, funciona como um museu desde 1997, dedicado à autora (também jornalista) e suas obras.

ATLANTA, O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2011 | 03h07

Turistas podem conhecer o apartamento em visitas guiadas (ingresso para adultos custa US$ 13) que ocorrem diariamente. Cada cômodo, com móveis e objetos originais, tenta contar um pouco da vida da escritora e seu marido, John Marsh, e as motivações que a levaram a escrever o livro. Também estão expostos textos de outras obras e materiais que remetem ao seu tempo como repórter do Atlanta Journal. Uma sala especial é reservada para a programação literária, sempre com eventos especiais e autores convidados.

Telona. O livro que lhe rendeu fama e o prestigiado prêmio Pulitzer também deu origem ao mítico filme de 1939, que colecionou estatuetas do Oscar e mantém legiões de fãs até hoje. Para deleite dos visitantes, há constantes exibições do longa - atire a primeira pedra quem não vibrou com o melodrama da extravagante Scarlet O'Hara vivida pela atriz Vivian Leigh ou não aprendeu algo sobre a guerra civil americana, pano de fundo da história.

O maior sucesso entre os turistas, aliás, é a loja de souvenirs do museu, onde é possível comprar pôsteres de Vivian Leigh como Scarlet, imãs de geladeira da heroína e álbuns com réplicas de seus figurinos. Há ainda álbuns, louças, DVDs de E o Vento Levou e exemplares dos livros de Margaret. / ALEXANDRE RODRIGUES

Conheça vida e obra

de Margaret Mitchell,

autora de 'E o Vento

Levou', no apartamento onde ela viveu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.