Camping com conforto de sobra

Cenário rústico e passeios radicais vêm acompanhados de tenda luxuosa, comida caprichada e serviço vip

Lucas Frasão, O Estado de S.Paulo

13 Janeiro 2009 | 03h13

Lotar o porta-malas do carro com barraca e saco de dormir, tomar banho em ducha coletiva e preparar a comida no fogareiro. O roteiro básico da viagem para acampar nem sempre precisa ser seguido à risca. De olho nos turistas com espírito aventureiro, alguns campings pelo mundo construíram estruturas confortáveis, cheias de mordomias cinco-estrelas. Nada de levar a barraca. Ela já está lá e supera, em muito, aquela tenda típica, pequena e apertada. Banho quente, refeições caprichadas, ambiente climatizado e uma cama fofinha podem fazer parte do pacote. Uma fartura de mimos que não descarta cenários rústicos na natureza. O segredo desses lugares é, justamente, combinar ecoturismo e atendimento de primeira. Há opções em cinco continentes - uma, inclusive, no Brasil. Veja, a seguir, a nossa seleção de campings de luxo impecáveis, para você só ter o trabalho de escolher. Esqui na Suíça Os visitantes - são 20, no máximo - passam a noite em barracas-iglus, cercados pelo visual deslumbrante dos Alpes Suíços, 100 quilômetros ao sul de Berna. No Whitepod, um resort para a prática de esqui a mais de 1.400 metros de altura, as tendas são isoladas termicamente e à prova d?água. Também contam com lareira interna para aquecer os hóspedes enquanto admiram o céu pela claraboia.   Fotos: Divulgação Visitante fica hospedado em barraca-iglu no resort que tem até estação de esqui exclusiva. Depois de passar o dia esquiando na estação exclusiva do resort, o hóspede pode chegar deslizando ao seu iglu. As diárias no Whitepod custam a partir de 325 francos suíços (R$ 655). No próximo verão na Europa, entre junho e setembro, o estabelecimento estará fechado para reforma. Informações: www.whitepod.com. Expedição na Antártida O acampamento de luxo do continente branco é erguido entre novembro e fevereiro, no verão do Hemisfério Sul. Os turistas partem da Cidade do Cabo, na África do Sul, e seguem rumo à Antártida. São recebidos em barracas aquecidas por energia solar e eólica. No fim do passeio, todo o lixo produzido no camping deixa o continente gelado de avião. O programa tem formato de expedição e dele podem participar, no máximo, dez turistas. Depois de instalados, os aventureiros passam os dias entre caminhadas na neve ao lado de pinguins, escalada, rapel e outras atividades. No ano passado, o pacote completo com dez dias de duração e refeições na Antártida incluídas (sem aéreo até a África do Sul) custou entre 28 mil e 36 mil por pessoa. Preços e datas para o acampamento de 2009 ainda não foram divulgados. Mais informações: www.white-desert.com. Safári na Bostuana As seis tendas do Abu Camp e as cinco (alguns centímetros acima do chão graças a estruturas de madeira) do Seba Camp são praticamente minicasas. Instaladas na selva, as acomodações são parte de um programa de safári no Delta do Rio Okavango, no Deserto de Kalahari, em Botsuana.   No Abu Camp, em Bostuana, as tendas são praticamente minicasas na reserva habitada por elefantes.   Os elefantes são as estrelas do programa de três dias para, no máximo, 12 (no Abu Camp) e dez pessoas (no Seba Camp). Os animais estão por toda parte nos mais de 650 quilômetros quadrados da reserva, incluindo zebras e girafas. Graças ao empenho dos guias e ao conhecimento que têm da região, fica difícil o viajante sair de lá sem uma bela pose perto de um desses animais selvagens. A aventura do dia termina em um requintado jantar na selva, sob o céu estrelado, com direito a fogueira. Mais informações: www.abucamp.com. Quase mansões na Índia A rede de alto luxo Aman Resorts criou a sua versão, digamos, rústica no Rajastão, na Índia. O Aman-I-Hhás tem como cenário o Parque Nacional de Ranthambore, onde estão instaladas dez tendas que mais parecem mansões de 108 metros quadrados cada. Os cômodos - quarto, banheiro e salas de estar e de jantar - são divididos por lonas de algodão. Outras tendas abrigam spa e restaurante. Como entretenimento, safáris para observar crocodilos e leopardos. As diárias custam a partir de US$ 875 (R$ 1.939) por tenda. Informações: www.amanresorts.com/amanikhas/home.aspx. Cânions no Brasil Sem internet, sinal de celular ou televisão, quem vai a Aparados da Serra (RS) têm tempo de sobra para relaxar em uma das 12 tendas do charmoso Parador Casa da Montanha. O local é um verdadeiro refúgio na serra. Tem spa com casa de banho para atender aos hóspedes de nove cabanas. As outras três, mais exclusivas, contam com varanda e jacuzzi. Os passeios imperdíveis são as trilhas até os cânions ali por perto, que têm paredões de até mil metros de altura. Há também roteiros em veículos 4X4 e cavalgadas. A diária custa a partir de R$ 420 para a barraca que acomoda até três pessoas, com pensão completa e chá da tarde incluídos. Mais informações: (0--54) 3504-5302.

Mais conteúdo sobre:
safári esqui expedição aventura

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.