Capital amiga dos ciclistas. E seus cartões-postais

Com o cartão de crédito e o celular em mãos, você está pronto para desbravar o melhor de Berlim sobre duas rodas

Evelyn Araripe, O Estado de S.Paulo

24 Agosto 2010 | 02h45

BERLIM

A bicicleta pode ser usada como meio de transporte não apenas na viagem entre Berlim e Copenhague, mas também nos passeios pelas capitais. Com ótima infraestrutura para ciclistas, as cidades convidam a esquecer táxi, metrô e ônibus.

Você nem precisa ter uma magrela. Em Berlim, o Call a Bike (callabike-interaktiv.de) pede apenas um celular e um cartão de crédito para cadastramento e desbloqueio da bicicleta. Um pouco de atenção ajuda a pedalar sem sobressaltos. Em muitos trechos, ciclistas e pedestres partilham a calçada, em faixas distintas para uns e outros. Sempre prenda bem a magrela com correntes - furtos, infelizmente, não são tão raros assim.

Por sua localização central e vocação para reunir moradores e turistas, faça do Portão de Brandemburgo o ponto de partida dos passeios berlinenses. Uma sugestão é seguir adiante pela Rua 17 de Junho, que passa pelo Tiergarten. Neste parque urbano, do século 19, fica o zoológico.

Mais para a frente estão o Charlottenburg, castelo-museu cercado por um parque, e a Rathaus, a prefeitura. Um desvio no meio do caminho leva ao estádio que recebeu jogos da Copa do Mundo de futebol, em 2006.

À direita do Portão de Brandemburgo fica o Bundestag, o prédio do parlamento alemão bombardeado durante a 2ª Guerra Mundial que ganhou, na reconstrução, um exuberante domo de vidro de onde se vê boa parte da capital. A entrada é gratuita, mas com fila.

No lado oposto começa a arborizada Avenida Unter den Linden, entrada para o antigo lado oriental da cidade. Pedale até o Dom, catedral bombardeada na década de 1940 e restaurada em 1993, cercada de museus e jardins ótimos para fazer uma pausa para o lanche. Na Alexanderplatz, suba à Torre da TV para poder ver Berlim em 360 graus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.