Reuters
Reuters

Celebre o amor na trilha de casais famosos

Que o casal da realeza britânica William e Kate se casou em cerimônia religiosa na Abadia de Westminster, em Londres, o mundo todo sabe e acompanhou. Já os lugares onde os dois integrantes mais populares da família real gostam de fazer compras, bebericar, jantar romanticamente a dois ou sair em busca de obras de arte para chamar de suas não são tão conhecidos assim pelos turistas estrangeiros. Segredinhos que o site de viagens TripAdvisor desvendou em um roteiro preparado por moradores da cidade que indica os pontos frequentados pela dupla em Londres.

Mônica Nobrega, O Estado de S.Paulo

11 Junho 2013 | 02h10

Seguir os passos de casais famosos, da vida real ou da ficção, pode ser uma forma criativa de cair na estrada na companhia do seu amor. As opções estão em vários destinos turísticos pelo mundo, da Índia à Itália, do México à Bahia.

No caso do casal real inglês, o roteiro londrino tem 21 endereços (veja em tinyurl.com/williamekate). Inclui a loja de departamentos Fenwick (fenwick.co.uk), no número 63 da Bond Street, onde Kate comprou o vestido envelope azul da grife brasileira Issa que usou em seu noivado. O bar lounge preferido do casal é o Boujis (boujis.com), na Thurloe Street, 43, que até criou um coquetel especial em homenagem ao casamento, decorado com uma coroa.

Joia do palácio. Uma das histórias de amor mais famosas do mundo ganhou forma no monumento-símbolo da Índia, o Taj Mahal. O imperador Shah Jahan tinha Arjumand Banu Begam como a preferida entre suas esposas. Por ser mais querida, ela ganhou o apelido de "eleita do palácio", ou Mumtaz Mahal e, ao morrer de complicações no parto do décimo quarto filho do casal, um mausoléu que simbolizasse o amor do marido por ela, erguido no século 17.

Shah Jahan e Mumtaz continuam juntos, enterrados lado a lado no Taj Mahal, considerado uma das mais perfeitas obras arquitetônicas da humanidade e eleito um das Sete Novas Maravilhas do Mundo em 2007. A viagem a Agra se completa com visitas a Jaipur, a Cidade Rosa, e Délhi, terceiro vértice do roteiro chamado de Triângulo Dourado indiano. Com a Nascimento (nascimento.com.br), desde US$ 937 por pessoa, sem aéreo.

Eu cresci assim. O livro Gabriela, de Jorge Amado, é inspiração para um tour temático em Ilhéus, cidade onde se passa a história de amor entre a cozinheira e o comerciante Nacib, proprietário do Bar Vesúvio, que ainda existe na Praça D. Eduardo. Outro ícone da obra, o cabaré Bataclan virou ponto turístico. Inclui desde o quarto da prostituta Maria Machadão, que pode ser visitado, a shows musicais, restaurante de comida baiana, adega e loja de souvenirs.

O city tour custa desde R$ 40 em agências locais (orbitaexpedicoes.com.br e nvturismo.com.br) e inclui ainda a casa e o quarteirão Jorge Amado.

Fogo e paixão. O deserto do Atacama, no Chile, abriga uma bela lenda romântica. O Vulcão Licancabur se apaixonou pela montanha Kimal. Era correspondido, mas seu irmão, Jurique, também era apaixonado por ela. O pai de ambos, o Vulcão Lascar, interferiu na briga: lançou-lhes bolas de fogo que moldaram a cratera do Licancabur e o cume reto do Jurique.

O amor sobreviveu: no solstício de verão, as sombras de Licancabur e Kimal se unem em uma só. Com a Teresa Perez (teresaperez.com.br), o roteiro de quatro noites pelo Atacama custa desde US$ 614 por pessoa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.