Arthur Edwards/AP
Arthur Edwards/AP

Centenário de Nelson Mandela é celebrado com exposições pelo mundo e aplicativo com roteiros

Líder na luta contra o apartheid, Nelson Mandela completaria 100 anos. Confira lugares para conhecer a história do primeiro presidente negro da África do Sul

Bruna Toni, Estadão Conteúdo

18 Julho 2018 | 19h19

No mês em que o líder sul-africano Nelson Mandela completaria 100 anos, diversas homenagens foram prestadas ao Prêmio Nobel da Paz e primeiro presidente negro da África do Sul. Entre elas, estão duas exposições fora do continente africano: a do Museu de Direitos Humanos de Winnipeg, Mandela: Luta pela Liberdade, e a do Southbank Centre de Londres, Nelson Mandela: The Centenary Exhibition 2018, aberta na terça, 17, com a presença do duque e da duquesa de Sussex.

 

Viagem listou uma série de lugares para conhecer a trajetória de Madiba, nome do clã e apelido carinhoso de Mandela. Além das duas exposições temporárias, há também os lugares permanentes que preservam sua memória, como os museus, as esculturas e os pontos históricos de Joanesburgo e da Cidade do Cabo, na África do Sul, onde Mandela nasceu e lutou durante toda a vida - luta que lhe rendeu, em 1993, o Nobel da Paz. 

MAIS - Obama discursa no centésimo aniversário de Mandela

Outra novidade turística é a atualização do aplicativo Madiba's Journey (Jornada de Madiba), criado pelo órgão de turismo do país, o South Africa Tourism, e renovado recentemente. Nele, há uma lista de lugares na África do Sul para quem quiser montar um roteiro e seguir os passos de Mandela e de outros líderes importantes da história do país. Cada lugar tem descrição (muitas já em português); a distância desde o lugar onde você está; recurso de Street View; fotos; áudio; e a possibilidade de compartilhar a atração com alguém.

Confira na galeria a seguir alguns dos lugares que contam a história de Mandela.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.