Charme despretensioso no Caribe

Descubra os povoados simpáticos e as belas praias da Riviera Maia

Mônica Nóbrega, O Estado de S.Paulo

09 Dezembro 2008 | 03h11

Em Playa del Carmen, nenhum prédio pode ser mais alto que a palmeira mais alta. E só por isso a principal cidade daquele trecho do litoral do México já é muito diferente de sua vizinha famosa, Cancún, território dos hotéis cintilantes e das praias privatizadas pelos resorts. Os contornos são outros nos 100 quilômetros à beira-mar da Riviera Maia, acessíveis pela boa Carretera 307. Os hotéis, mesmo os mais luxuosos, têm no máximo três andares e sua arquitetura não raro busca diálogo com os templos históricos e os sítios arqueológicos dos arredores. Os povoados simpáticos são lares de pescadores da vida real, na lida diária com suas redes, quase alheios ao movimento de estrangeiros e máquinas fotográficas. E ainda existe algum esforço de preservação da cultura do povo maia, habitante e senhor da Península de Yucatán desde 9 mil anos atrás até a chegada dos conquistadores espanhóis no século 16. A atmosfera das ruas e das faixas de areia é, ao mesmo tempo, despretensiosa e elegante. Não há a mínima necessidade de ter a carteira bem recheada para se sentir à vontade, mas quem pode pagar sem pensar muito encontra instalações turísticas realmente luxuosas, como os beach clubs que colocam espreguiçadeiras na areia e ali servem o visitante com o que há do bom e do melhor. A praia é tudo aquilo que se pode esperar do Caribe: mar em todos os tons de azul, areia branca, fina e fofa, corais. O espaço é democrático e ninguém precisa estar hospedado em resorts na orla para encontrar espaço (generoso) para o seu guarda-sol. E ainda há bastante natureza preservada, para ser admirada em tours dentro dos limites dos parques ou em todo o resto do território, em caminhadas e passeios de carro. PRIMEIRA PARADA Prepare-se para sentir vontade de passar pelo menos uma noite em cada praia e pueblo - Playa del Carmen, Tulum e Puerto Morelos estão entre os mais convidativos. Você pode até fazer isso, mas não deixe de dedicar pelo menos três dias somente para Playa del Carmen, com 200 mil habitantes, ótima infra-estrutura e charme de sobra. Playa é uma espécie de Búzios caribenha. Tanto de dia quanto à noite, a melhor opção é explorar cada uma de suas ruas a pé. O burburinho se concentra na Quinta Avenida, mais parecida com a Rua das Pedras do balneário fluminense que com sua xará nova-iorquina. Impossível não perder horas entre lojas e cafés ou apenas deixar o corpo descansar perto do píer, observando o vaivém dos ferrys que ligam a cidade a Cozumel. As opções de compras são muitas e variadas. Há lojas livres de impostos cujo estoque inclui produtos de grifes internacionais. Mas não deixe de dar atenção às tiendas de artesanato. Por lá, nada de artigos mal acabados de palha e sementes. Os produtos têm design contemporâneo, com destaque para peças de prata e pedras. Vale uma investigação detalhada. CLIMA BUCÓLICO Quando considerar que sua necessidade de badalação foi devidamente satisfeita parta em direção a outros pontos da Riviera Maia. Puerto Morelos, por exemplo. A primeira e encantadora imagem desse povoado de 6 mil habitantes, a 30 quilômetros de Playa del Carmen, é a de uma fileira de barcos diante de uma pracinha à beira-mar. Diariamente, enquanto o sol nasce, eles partem oceano adentro para garantir o sustento de boa parte das famílias de Puerto Morelos, bem diante da segunda maior barreira de corais do mundo (só perde para a da Austrália), protegida pelo Parque Marinho Arrecifes de Puerto Morelos. Obrigatório para quem ama mergulho e snorkel. O clima é de paz e silêncio quase absolutos. Vez ou outra, casais e famílias quebram a monotonia das ruas ao circular entre lojinhas ou à procura de um restaurante. Mesmo em vilas tão pequenas como Puerto Morelos, não precisam andar muito. Embora bem conhecida, a Riviera Maia ainda não foi maciçamente descoberta pelos visitantes - mas está pronta para recebê-los. Com toda a classe. Informações: www.rivieramaya.com Viagem feita a convite da Nascimento Turismo e da OVC Cancún COMO IR PASSAGEM AÉREA O trecho de ida e volta entre São Paulo e Cancún custa a partir de US$ 993 na Copa Airlines (0--11-3549-2672), via Panamá, e de US$1.043 na Mexicana (0--11-3123-1800) e US$ 1.057 na Aeroméxico (0--11-3253- 3888), via Cidade do México PACOTES* US$ 1.749: 7 noites na Riviera Maia com serviço all inclusive. Saída dia 14. Riviera Operadora (0--11-5533-6889; www.rivieraoperadora.com.br) US$ 1.813: 6 noites na Riviera Maia com all inclusive. Válido de 23 de fevereiro a 26 de março. New Age (0--11-3138-4888; www.newage.tur.br) US$ 1.830: 6 noites na Riviera Maia com all inclusive. Válido de 3 de janeiro a 13 de fevereiro. Top Brasil (0--11-3926-8000; www.topbrasiltur.com.br) US$ 1.867: 6 noites na Riviera Maia com sistema all inclusive. Embarque de 3 de janeiro a 13 de fevereiro. Com a Flot (0--11-4504-4544; www.flot.com.br) US$ 1.894: 6 noites na Riviera Maia com serviço all inclusive. Embarque entre 6 e 31 de janeiro. ADVtour (0--11-2167-0633; www.advtour.com.br) US$ 1.968: 7 noites na Riviera Maia com serviço all inclusive. Válido em janeiro e fevereiro. Turismo10 (0800-703-0410; www.turismo10.com) US$ 1.979: 6 noites na Riviera Maia com sistema all inclusive. De 6 a 24 de janeiro. Connection Line (0--11-3285-6691; www.connectionline.com.br) US$ 2.214: 6 noites na Riviera Maia com sistema all inclusive. Saídas dias 15, 16 e 17. Beeline Turismo (0--11-3171-1544; www.beeline.com.br) US$: 2.307: 4 noites na Riviera Maia com café. Válido em dezembro. Com a Interpoint (0--11-3087-9400; www.interpoint.com.br) US$ 2.490: 7 noites na Riviera Maia com café. Embarque dia 29. Intravel (0--11-3206-9000, www.intravel.com.br) *Preço por pessoa em quarto duplo, com aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.