Felipe Mortara/Estadão
Felipe Mortara/Estadão

Cilindro a postos

Só quem já colocou um cilindro de ar nas costas e desceu a mais de 10 metros de profundidade conhece a sensação de ser um peixe em um aquário infinito. Nunca mergulhou? Paraty é o lugar certo para o batismo, por causa de suas águas abrigadas, quase sempre límpidas e calmas.

O Estado de S.Paulo

02 Julho 2013 | 02h13

O curso para iniciantes tem duração de quatro dias e a metodologia costuma ser idêntica em várias escolas: os dois primeiros de vídeos e lições teóricas e na piscina, os dois últimos de exercícios no mar - etapa conhecida como check-out - em costões como os das ilhas dos Meros e dos Ratos, locais de pouca correnteza.

Em escolas de mergulho como a Adrenalina (adrenalinamergulho.com.br) e a Una (unatouredive.com.br), o curso completo custa a partir de R$ 950, valor que inclui material didático e aluguel de equipamento. E o certificado é vitalício.

Com ele em mãos, é hora de aproveitar: o litoral de Paraty tem pelo menos dez pontos incríveis para mergulho. Caso tenha feito o batismo por ali, você certamente terá vontade de voltar à Ilha dos Meros para admirar, entre tocas e passagens de granito subaquáticas, cardumes de peixes-frade, estrelas-do-mar e pequenos crustáceos. Os corais - e os cardumes mais vistosos - estão principalmente no centro da ilha.

Miras, garoupas, badejos e esponjas podem ser vistos na Ilha dos Ratos e em vários outros locais nas proximidades. A lista de pontos para mergulho está no site oficial de Paraty: paraty.com.br/mergulho.asp.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.