Hugh Gentry/Reuters
Hugh Gentry/Reuters

Circule pelas míticas praias do North Shore

A fama mundial do Havaí como terra do surfe se deve, essencialmente, a um trecho de menos de 20 quilômetros ao norte da ilha de Oahu. Para os amantes do esporte, Sunset e Pipeline soam como nomes míticos de algumas das principais praias do North Shore. Conhecer estes picos de ondas gigantescas é um belo motivo para fazer uma road trip de exploração ao redor da ilha.

NORTH SHORE, O Estado de S.Paulo

28 Maio 2013 | 02h07

O ideal é alugar um carro e se programar para o passeio de ida e volta em um só dia. Apesar de renomado mundialmente, o North Shore quase não abriga hotéis convencionais e o pernoite na região, em pousadas e alojamentos para mochileiros, exige planejamento.

Percorrendo a parte leste da ilha a partir de Waikiki, a grande variedade de praias torna difícil resistir a diversas paradas ao longo do caminho. Mantenha-se firme pelo menos até chegar a Lanikai, uma das mais belas praias da ilha. Aproveite para uma visita relâmpago à vizinha Kailua.

Para não perder o foco, siga adiante: são mais 58 quilômetros pela frente. Mas não é preciso pressa. O cenário a partir dali, que alterna vilarejos e montanhas verdes, merece ser apreciado. O clima idílico é familiar para quem lembra de Parque dos Dinossauros, que teve cenas gravadas ali - e também em Kauai, outra ilha havaiana.

O próximo local de interesse é o Polynesian Cultural Center. Um dos mais bem estruturados da ilha, o centro turístico oferece gastronomia, shows e produtos artesanais da Polinésia Francesa. Merece uma parada, nem que seja para esticar as pernas.

O roteiro até North Shore é aberto a improvisos, mas tente chegar até o meio-dia para poder curtir as praias sem correria.

Se a fome estiver grande, uma boa pedida são as minifazendas de camarão à beira da estrada, pouco após o distrito de Kahuku. Nos quilômetros seguintes, o melhor é se deixar levar pela curiosidade - as praias principais têm estacionamentos concorridos. Para assistir aos melhores surfistas em ação, as dicas são Sunset Beach Park e Ehukai Beach Park, onde fica o spot de surfe de Pipeline, com ondas tubulares e perfeitas.

Em dezembro, as areias de Pipeline ficam lotadas de fãs que se acotovelam para assistir à nata do surfe mundial em ação. A praia recebe a última etapa do circuito mundial da Associação de Surfistas Profissionais (ASP) e o show de estrelas como o americano Kelly Slater. No ano passado, os brasileiros Adriano de Souza e Gabriel Medina também fizeram bonito. Em 2013, como todos os anos, a etapa está marcada para os dias 8 a 20.

Para banhistas, a melhor infraestrutura está na baía de Waimea, com banheiros, duchas e aluguel de cadeiras. Haleiwa, mais a oeste, é o centro de restaurantes, lojinhas e surfshops.

Ao retornar do North Shore, o percurso mais rápido é pelas estradas que cortam a parte central da ilha. Mas vale evitar a hora do rush, quando os 45 minutos até Honolulu podem dobrar. / BRUNO DEIRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.