Jacky Naegelen/Reuters
Jacky Naegelen/Reuters

Clássicos que despertam paixões

Paris e Veneza, as cidades do amor por natureza, das paixões arrebatadoras em livros e filmes, de casais emblemáticos, de cantinhos especiais, de luzes inesquecíveis. Tão românticas que podem até ser combinadas em uma mesma viagem, já que estão distantes apenas 2 horas de voo uma da outra. No Dia dos Namorados, inspire-se para uma viagem a dois.

MARI CAMPOS , ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

12 Junho 2012 | 03h08

'Amore mio'. Chegar em Veneza é dar vazão automática ao romantismo, sobretudo para quem alcança a parte insular de trem: basta sair da estação Santa Maria Lucia para dar de cara com uma arquitetura peculiar, cujas portas das casas são praticamente banhadas pelos canais utilizados como ruas, cortados todo o tempo por gôndolas e vaporettos.

A hospedagem pode ser num autêntico palácio veneziano, como o Casa Gredo, o Cipriani ou o Bauer, que oferecem jantares à luz de velas com trilha sonora personalizada. As propostas para os apaixonados declararem seu amor ali vão longe: sobrevoos em helicóptero, tours organizados pela empresa Venissa às ilhas dos arredores - incluindo jantar e degustação de vinhos em Mazzorbo.

Duetos românticos com vista para o Grand Canal no Teatro La Fenice também são boa opção, assim como uma caminhada descompromissada sob a luz da lua no Lido. Ou, simplesmente, aproveitar uma tarde juntos no spa, entre perfumes e especiarias, em propriedades luxuosas como o Palladio ou o Hotel Hungaria.

'Mon amour'. Não é preciso muito esforço para criar uma atmosfera romântica em Paris. Um piquenique na Place des Vosges ou no Campo de Marte, bem em frente à Torre Eiffel, é suficiente. Tudo acompanhado de um bom vinho ou champanhe francês, é claro.

A hospedagem pode ser no novo e sexy Mandarin Oriental Paris, com direito a jantares privados nos terraços do hotel, com vista para a torre e menu assinado por Thierry Marx. O concierge também sugere itinerários especiais, como o love tour guiado (395 euros) que percorre pontos icônicos para casais famosos - entre eles, Simone de Beauvoir e Sartre. Dura três horas.

Se você está cansado de jantar à luz de velas, que tal ir à casa do próprio chef? Esta é a proposta do casal Célia e Gustavo Miranda, formados pelo Le Cordon Bleu, no Chez Nous Chez Vous. Eles recebem os clientes em seu apartamento, pertinho da Torre Eiffel, e preparam jantares exclusivos de 4 a 7 pratos.

Para quem faz questão de um espetáculo noturno no estilo cabaré, o Paradis Latin é realizado diariamente no Quartier Latin. Prepare-se para uma mistura de estilos, músicas e coreografias - incluindo passos de cancã e seios de fora. Vetado, claro, para caras-metades ciumentas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.