Comida de avião

Provar uma comida turca já no avião a caminho de Istambul parece uma boa forma de entrar no clima da viagem, certo? O cardápio típico é servido na Turkish Airlines, que opera voos entre São Paulo e Istambul. Os pratos – homus, molhos com berinjela, saladas com pepinos e tomates – garantiram à empresa o segundo lugar na lista de melhores comidas em classe econômica do mundo no mais recente ranking Skytrax. A sul-coreana Asiana ficou em primeiro. 

Mônica Nóbrega, O Estado de S. Paulo

29 Março 2016 | 04h00

Comer bem a bordo faz mais felizes 80% dos viajantes consultados na pesquisa sobre voo perfeito do site Skyscanner. E a consultoria Skytrax não é a única a avaliar comida de avião pelo mundo.

A revista Saveur, uma das publicações de gastronomia mais prestigiadas do mundo, baseada em Nova York, perguntou tanto aos seus degustadores profissionais quanto aos leitores quais empresas aéreas tratam bem o paladar dos passageiros da classe econômica. Os dois grupos escolheram a Singapore – que voa de São Paulo a Cingapura – graças às receitas asiáticas e ao cuidado no serviço. 

A publicação também atribuiu o selo de “notáveis” a outras companhias aéreas que operam no Brasil, como Emirates, British, Etihad e Delta. Uma delas, a Air France, anunciou na segunda um cardápio para a econômica criado pelo jovem chef francês Jean Imbert – conhecido no país pela participação no programa de TV Top Chef. Será servido a partir de 1º de abril.

Outra, a United, decidiu aumentar o tamanho das porções quentes no almoço e jantar. E ainda fez adições ao menu: ravióli toscano e udon com vegetais.

Rodrigo Oliveira, o badalado paulistano no comando do restaurante Mocotó, cria os cardápios da KLM entre São Paulo ou Rio e Amsterdã. Não, não há dadinhos de tapioca, mas o cardápio conta com carne de panela com cuscuz ou gratinado de mandioca. As europeias também investem em menus típicos: tem comida mediterrânea na Iberia e chocolate Frey na Swiss. 

Nacionais. As empresas brasileiras têm novidades. A Azul, que agora voa aos Estados Unidos, colocou pratos quentes nesses trechos. Recentemente, a Gol acrescentou minissanduíches, bolos e wraps ao seu menu sem custo extra – no mesmo trecho, a TAM serve sanduíches frios e café Suplicy.

LEIA MAIS: Saiba como aproveitar o Copacabana Palace sem ser hóspede

Mais conteúdo sobre:
Turkish Airlines Air France Iberia TAM

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.