Ana Lourenço
  Ana Lourenço

  Ana Lourenço

Como é embarcar no Disney Wish, o mais novo navio da marca

Com roteiros de três ou quatro noites até as Bahamas, embarcação conta com ambientes temáticos de ‘Cinderela’, ‘Star Wars’ e ‘Frozen’

Ana Lourenço , Cabo Canaveral, EUA

Atualizado

  Ana Lourenço

Festas de aniversário, filmes, contos de ninar: são muitas as minhas memórias de infância que têm a ver com a Disney. Não sou a única, claro. Cientes dessa habilidade, a marca investe em atrações que proporcionem uma imersão no mundo dos sonhos. E não à toa, seu mais recente lançamento tem “desejo” no nome: o Disney Wish – quinto cruzeiro da Disney Cruise Line (DCL) –, leva o encantamento para o alto-mar, em roteiros de três ou quatro noites que saem da Flórida rumo ao Caribe.  

Tudo começa no salão principal, o Grand Hall, inspirado na Cinderela - personagem que canta sobre sonhos, vive uma noite mágica e realiza seu desejo de encontrar o amor verdadeiro durante o filme. Ali, como em todos os ambientes do cruzeiro, cada detalhe importa. Desde o lustre que foi inspirado na mágica que a fada madrinha faz para criar o vestido de Cinderela até os ratinhos Jaq e Tata, escondidos na barra do vestido da estátua da princesa. 

Cada navegante recebe uma varinha mágica e aciona, sob os comandos da fada madrinha, as luzes do salão com os dizeres “wishes do come true” (sonhos se tornam realidade). A recepção também é feita pelas princesas e seus príncipes: Tiana e Naveen, Rapunzel e Flynn e, claro, Cinderela e o Príncipe Encantado. 

“O Disney Wish foi pensado para que cada área fosse um tema explorado de uma forma imersiva e a gente está usando a tecnologia para isso”, diz Maisa Aguiar, porta-voz da empresa para o Brasil. A sensação é de estar dentro de uma história cheia de detalhes e de caminhos que levam para outros mundos da Disney, passando por Pixar, Star Wars e Marvel - algo inédito nas linhas de cruzeiro da marca, que antes tinha referências das franquias separadamente. 

“Nós trouxemos as histórias dos nossos personagens favoritos de uma maneira única, elevamos para outro nível. É só olhar o papel de parede, os lustres, os tapetes. O que os nossos imaginadores fizeram nesse cruzeiro para dar vida a essas histórias é inacreditável. Não poupamos esforços”, conta Angel Sarria, diretor de vendas e marketing para a América Latina.

São tantos detalhes e atrações para ver que é preciso ter uma coisa em mente: não vai dar tempo de tudo. Por isso, o planejamento é essencial. A gente te ajuda. 

O que fazer dentro do navio?

Comece baixando o app Disney Cruise Line Navigator para saber tudo o que vai acontecer a bordo. Além das atividades já vinculadas com a sua reserva, você pode acrescentar outras, como fotos com os personagens, para que tudo apareça em uma agenda única.

Algo que não precisa de horário marcado é o AquaMouse, a primeira atração aquática dos cruzeiros Disney que coloca o visitante dentro de uma de duas histórias animadas de Mickey e Minnie. Os 323 metros de tobogã circulam na parte externa do navio na mesma altura, o que permite, por exemplo, que pessoas com deficiência física aproveitem o passeio e tenham sua cadeira ou muleta à sua espera na volta. 

A atração, assim como grande parte da área de piscina é destinada para toda a família. Mas, basta andar alguns passos para encontrar privacidade. Para os adultos, essa área é denominada de Quiet Cove, um refúgio tranquilo para relaxar dentro de uma piscina de borda infinita, desfrutando um coquetel ou café. Já para as crianças, o espaço inclui uma ‘splash zone’ com temática de Toy Story, tobogã, piscina rasa com supervisão e até bar de smoothies. 


“Nesse navio, as experiências estão espalhadas em todo o entorno. Tem espaços para adultos, para crianças e para família. Agora, diferente dos outros (navios da empresa), o Disney Wish não tem essas áreas delimitadas e longe de tudo, mas espalhadas ao longo do navio”, conta Angel. Assim, é possível aproveitar uma noite romântica mesmo com as crianças nas férias: basta deixá-las no clube infantil. 

Ao todo são três: Oceaneer Club, para crianças de 3 a 12 anos; Edge, destinado para crianças de 11 a 14 anos; e o Vibe, que recebe pré-adolescentes de 14 a 17. Cada espaço é moldado de tal forma que oferecem programações exclusivas para cada faixa etária: desde brincadeiras lúdicas até sala de videogames e festas. Para crianças de seis meses a 3 anos, o berçário It’s a Small World garante serviços de baby-sitter em um ambiente decorado. 

Para os amantes de super-heróis, a Academia de Super-heróis da Marvel permite que os mais jovens treinem com seus personagens favoritos - Homem-Aranha, Vespa, Pantera Negra e o Homem-Formiga - e aproveitem de muita tecnologia para isso. Já os fãs mais velhos podem aproveitar o espaço da Hero Zone, uma arena esportiva futurística que oferece diversas competições para as famílias se divertirem juntas.

De acordo com os criadores, os espaços dos mais velhos são criados na intenção de trazer à tona a criança de cada um de um modo elegante. Não tão colorido e lúdico quanto os infantis, mas o suficiente para que você se sinta dentro de uma história e crie essa conexão emocional com o ambiente. É o caso do Star Wars Hyperspace Lounge, um bar estilizado de nave espacial com direito a efeitos sonoros e tela de LED com imagens siderais. Lá dentro você até esquece que está no planeta Terra  - quanto mais em um cruzeiro!

À noite, a pedida são os espetáculos. O Disney Seas: the Adventure traz o Pateta descobrindo o fundo do mar com personagens da Pixar e da Disney. Há ainda musicais de A Pequena Sereia e Aladdin. No segundo dia, a Noite dos Piratas é uma festa temática, com show, fogos de artifício e participação da Capitã Redd e de Jack Sparrow, de Piratas do Caribe. Os passageiros vestem sua melhor fantasia de pirata para entrar no clima.

Apesar de não contar com balada, como a maioria dos cruzeiros, Disney Wish oferece um clube de entretenimento que conta com shows ao vivo, karaokê e até uma festa silenciosa, onde cada um usa o seu fone de ouvido. 

O que comer?

Quem já fez cruzeiro sabe da importância da hora do jantar. É ali que você se arruma um pouquinho mais e consegue desfrutar de uma boa conversa enquanto saboreia pratos deliciosos. O Disney Wish não fica de fora da regra, mas adiciona um detalhe importante: uma temática. Ao todo, são três resturantes rotativos: 1923, que celebra o ano em que o Walt Disney Animation Studios foi fundado na Califórnia; Marvel, o primeiro com interações de heróis; e Arendelle, que conta com um espetáculo dos personagens de Frozen.

Tudo é pensado para cada um desses universos: menu, copos, decoração. O nome Wish também traduz a realização das vontades do passageiro. No meu caso, como sou vegetariana, o garçom Munir se certificou de que eu recebesse refeições sem carne – mesmo que elas não estivessem no cardápio ou fossem de um restaurante diferente do que eu estava. O fato de ele ser do Brasil não foi coincidência. Isso é planejado, para que cada hóspede se sinta em casa. Assim, eles tentaram sempre ligar a nacionalidade dos garçons com a dos visitantes daquela mesa.

Outra opção - não incluída no pacote do cruzeiro - é o The Rose, um complexo de dois restaurantes (Palo Steakhouse e Enchantée, do chef Michelin, Arnaud Lallement) e um bar, que oferece boa gastronomia e drinques. A inspiração vem do filme A Bela e a Fera e é refletido tanto nos drinques customizados quanto na decoração. 

Durante o dia, os petiscos ficam por conta do Mickey and Friends Festival of Foods, espaço perto das piscinas com cinco barracas de comida, que oferecem burritos, churrasco, sorvete de casquinha e até cachorro-quente vegetariano. Já para a hora do almoço, o favorito é o Marceline Market. Conta com dez estações que incluem clássicos americanos, especialidades internacionais, frutos do mar, sopas e saladas, assados e mais. 

Para a sobremesa, a Inside Out: Joyful Sweets é uma loja de doces e sorveteria inspirada no filme Divertida Mente, da Pixar. A decoração por si só faz a visita valer a pena, mas tudo fica melhor com uma bola de qualquer uma das quarenta opções de sorvetes ali oferecidos.

Como são as cabines?

Com 343 metros e 144 mil toneladas brutas, o Disney Wish é o maior navio da DCL. No entanto, tem a mesma capacidade de 4 mil passageiros de outros navios da linha, o Dream e o Fantasy. Das suas 1.254 cabines, 70% são com varanda, sendo 53 cabines de luxo (incluindo uma na chaminé do navio) e 26 suítes. E apesar da vista do oceano Atlântico, outras maravilhas surpreendem no quarto. 

“Além de pensar nos detalhes dos filmes, pensamos também nos detalhes das nossas necessidades hoje em dia. Então, por exemplo, algo que pode até parecer bobo, mas é muito facilitador, é ter USB em todos os lugares para que o adulto não se preocupe com o transformador, por exemplo”, conta Ana McCarthy. A preocupação também não se faz necessária em quesito de espaço do quarto - afinal a cabine conta com uma cama de solteiro (que pode ser substituída por um beliche), um sofá-cama, penteadeira, um lavabo e um banheiro para chuveiro. A cama e o chuveiro são perfeitos para o descanso de "princesa" após um dia agitado no mar. Há ainda quartos especiais com mais espaço para pessoas com deficiência física e outros adaptados para aqueles com deficiência auditiva. 

Outra curiosidade: o cruzeiro é o primeiro da DCL movido a gás natural liquefeito (GNL), combustível de queima mais limpa.

Quais os cuidados tomados contra a covid-19?

 Segundo Sarria, não existe relação entre os lançamentos da DCL e a pandemia. No entanto, a expectativa para o mercado de cruzeiros é alta com a diminuição dos casos de covid-19. O setor foi um dos mais afetados, e o lançamento de um novo navio depois de dez anos envia uma mensagem positiva para o mercado. Além disso, a empresa promete inaugurar outros dois navios, em 2024 e 2025. 

Por isso mesmo, respeitando a regulação do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, a CDC, os navegantes devem apresentar um teste negativo de covid-19 antes de entrar no navio, bem como comprovantes de vacinação. Apesar de não ser obrigatório o uso da máscara de proteção dentro do cruzeiro, todos os funcionários a utilizam. A manipulação dos alimentos é evitada nos estabelecimentos de comida, uma vez que são eles que nos servem e em cada estação de comida há pias e funcionários distribuindo toalhas esterilizadas. O distanciamento social é incentivado - inclusive com os personagens que não são permitidos serem abraçados para as fotos. 

Onde são as paradas do cruzeiro?

Um dos diferenciais do cruzeiro Disney é que, além de oferecer ao visitante a magia dos parques sem todo o frenesi costumeiro, também garante passagem nas praias paradisíacas de Bahamas. Saindo de Port Canaveral, a uma hora de Orlando, o cruzeiro faz saídas de três ou quatro noites, sempre com duas paradas: a capital Nassau e Castaway Cay, a ilha privada da Disney. Ele substituiu o roteiro do Disney Dream, o terceiro da DLC, que foi remanejado para Miami. 

A descida na ilha Disney é indispensável. Além da beleza natural do lugar, você pode se divertir andando de bicicleta, boiando em águas cristalinas ou descobrindo tesouros naufragados com o snorkel. Os gastos com os utensílios, lembrancinhas e bebidas podem ser depositados diretamente na conta do seu quarto. Assim, não é necessário descer com dinheiro. Porém, é recomendado levar seu passaporte ou RG, uma vez que você está desembarcando em outro país. O almoço está incluído e é servido lá na ilha mesmo: um barbecue americano com milho, hambúrguer e salsichas, típico para um dia na praia.

Já a parada em Nassau pode ser uma opção para quem quiser aproveitar o navio um pouco mais vazio, especialmente nos roteiros de três noites. Para o roteiro de quatro noites, a descida pode ser bem interessante. Você pode conhecer o centrinho, as praias e até nadar com golfinhos. Tal qual uma Cinderela do Caribe, só fique atento com o horário para não perder a carruagem, ou melhor, o navio. 

ANTES DE VIAJAR

O navio

Com 343 m e 144 mil toneladas brutas, o Disney Wish é o maior da DCL. Tem capacidade para 4 mil passageiros e 1.254 cabines, 70% delas com varanda.

Quanto custa?

Numa simulação fora de feriados, encontramos preços a partir de US$ 1.771 para o casal no roteiro de três noites. Há também a opção de quatro noites, por a partir de US$ 2.251. Inclui refeições e shows e atrações temáticas. Você pode fazer a simulação para sua família em disneycruise.disney.go.com.

Paradas

O cruzeiro parte de Cabo Canaveral, a uma hora de Orlando. São duas paradas: em Nassau, capital das Bahamas, e em Castaway Cay, a ilha privada da Disney. 

O que levar

Além de traje de banho para a praia e piscina, um remedinho para enjoo. Fantasias são bem-vindas – e um casaco para o ar condicionado do navio. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.