Como planejar financeiramente uma viagem?

Para Gabriel Britto, a conta a ser feita é: quanto consigo economizar e por quanto tempo? Por exemplo, se guardar R$ 500 por mês, ao fim de um ano você terá R$ 6 mil disponíveis para viajar. Esse é um dado decisivo para escolher aonde ir.

Mônica Nóbrega, O Estado de S. Paulo

12 Agosto 2015 | 14h50

A quem prefere parcelar em vez de economizar, recomendamos fazer isso com antecedência suficiente para acabar de fazer os pagamentos antes de embarcar – assim, você volta sem dívidas (ou só com o cartão de crédito para quitar) e pode começar a planejar a próxima. A alternativa do empréstimo bancário vai depender do seu orçamento e perfil (fique atento aos juros). 

Para os gastos diários com alimentação e passeios, uma média que costuma ser bem aceita por viajantes de vários perfis é levar de US$ 50 a US$ 75 por pessoa, por dia. Em Portugal, República Checa, Hungria e no Sudeste Asiático é bem provável que você gaste menos. Em Nova York, Paris, Rio de Janeiro e na Noruega, se não ficar atento, gasta-se mais. “O pessimista de hoje é o feliz de amanhã”, brinca Gabriel Britto. 

Bons sites para fazer uma estimativa de custos da viagem: mytravelcost.com e quantocustaviajar.com. Para ideias de como levar dinheiro ao exterior, vá em oesta.do/viadindin.

LEIA MAIS: Dólar x euro: qual moeda vale mais?

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.