Compras - Grifes ou promoções?

Seja na plateia para assistir a grandiosos espetáculos, ao se arriscar nos cassinos ou em brinquedos emocionantes, você está sempre no centro da diversão

12 Março 2012 | 22h24

Wynn Esplanade

wynnlasvegas.com

Para se ter uma ideia da exclusividade, o único showroom de Nevada autorizado pela Ferrari está lá. Se não para comprar mesmo algum dos modelos - que podem chegar a custar US$ 700 mil -, turistas fazem fila ao menos para visitar o Penske Wynn Ferrari Maserati. Também podem aproveitar a voltinha pelos belos corredores de lojas do hotel e sair de lá com um novo Rolex, um colar de diamantes da Wynn & Company Jewelry e outros itens assim, supermodestos.

The Shoppes at The Palazzo

theshoppesatthepalazzo.com

O complexo é ancorado pela filial da Barneys New York (foto), que ocupa três andares. As outras grifes presentes também são de peso. Há exemplares de Diane von Furstenberg, Chloé, Christian Louboutin e Michael Kors. E o espaço conta com ótimas opções gastronômicas.

Grand Canal Shoppes

thegrandcanalshoppes.com

Marcas mais acessíveis que as do vizinho The Palazzo se espalham ao longo da réplica do canal - coberto por afrescos fakes à la Veneza. Lá estão lojas como Banana Republic, Sephora, Kenneth Cole. Restaurantes ficam em praças também em clima italiano, onde pocket shows convidam a uma pausa. Quanto aos menus, não se preocupe: há muito além de massas e pizzas.

Fashion Show Mall

thefashionshow.com

Com Macy’s, Nordstrom, Neiman Marcus e Bloomingdale’s é destino certo para os fãs de lojas de departamento. Está localizado bem em frente ao hotel Wynn.

Premium Outlet

premiumoutlets.com/lasvegas

Paraíso para turistas ávidos por itens de marca a preços de liquidação. Todas as queridinhas dos brasileiros - Calvin Klein, Armani, DKNY, Lacoste, Tommy Hilfiger e companhia - estão lá, muitas delas ocupando espaços gigantescos. Se não quiser correr o risco de estourar o cartão, vá com sua listinha. E reserve uma tarde inteira para o programa.

Passeios - Do kitsch ao radical

Stratosphere

stratospherehotel.com

Esqueça um pouco a jogatina e descarregue a adrenalina do alto de uma torre, a 277 metros. É preciso ter coragem: a vista do Big Shot dá a sensação de descer bem mais que seus 73 metros de queda livre. Na lateral da torre estão o X-Scream e Insanity, que também garantem adrenalina. E sobram gritos quando as máquinas se movimentam, freando bruscamente na beirada dos trilhos. Mas o campeão de radicalidade é o Sky Jump, um tipo de bungee jump onde a velocidade de queda é controlada por um cabo de aço, que vai do 108º andar ao térreo. O combo com a subida na torre e tours ilimitados nos brinquedos custa US$ 34. Para o Sky Jump há que pagar mais US$ 109,99.

Grand Canyon

Distante cerca de 450 quilômetros da Cidade do Pecado, o jeito é encurtar a distância indo pelo ar, em pequenos aviões ou nos cobiçados passeios de helicóptero, que duram de 3 a 7 horas. A Maverick (flymaverkick.com) é uma das empresas que levam: o roteiro que vai ao South Rim (Borda Sul) custa US$ 449 por pessoa. Além das vistas incríveis, pode-se caminhar em algumas trilhas do Parque Nacional.

Canais do The Venetian

venetian.com

O passeio é fake do canal à gôndola motorizada, o que não deixa de ter seu lado divertido. O tour de 20 minutos custa US$ 16, inclui uma parte descoberta (se não está chovendo) e quatro a cinco músicas, das italianas clássicas, cantaroladas pelo próprio gondoleiro.

Balé das fontes

bellagio.com

Para ver este clássico de Vegas basta estar em frente ao Bellagio na hora certa. Mais de mil jatos d’água dançam ao som de Frank Sinatra, Elton John e outros. Os shows são realizados a cada meia hora durante a tarde e a cada quinze minutos à noite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.