Tourism Toronto
Tourism Toronto

Compras: prepare o bolso

Grifes badaladas, shoppings tentadores e ofertas irresistíveis. Prepare-se para voltar com a mala cheia

Karla Spotorno, O Estado de S.Paulo

30 de julho de 2019 | 04h50

Se os Estados Unidos viraram destino para turismo de compras, o vizinho Canadá também merece entrar nessa categoria. Pode colocar Toronto na lista: a cidade tem oferta farta de roupas, eletrônicos, tênis, maquiagens e, obviamente, malas para carregar tudo isso de volta ao Brasil. São muitas opções boas e baratas na cidade, seja em grandes centros comerciais ou em lojas de rua.

Mas quem quer começar o circuito com altas cifras deve ir direto para Yorkville. Descendo na estação Bay Street da linha amarela do metrô, você sai no coração desse bairro que tem lojas e restaurantes à la Oscar Freire em São Paulo e marcas como as presentes na Quinta Avenida de Nova York. As compras podem começar na Bloor Street, em lojas como Louis Vuitton, Burberry e Prada, e chegar à paralela e estreita Cumberland Street, onde estão Kate Spade e um restaurante que vale cada dólar canadense, o Bar Reyna.

A casa tem boa variedade de drinques, petiscos e pratos, servidos em um ambiente aconchegante e descolado. Uma boa pedida é o Lamb Baklava (10 dólares canadenses ou R$ 27,75), um petisco levemente adocicado de pernil de cordeiro acomodado em um kataifi (ninho de massa cabelo de anjo) com aioli e pistache. Para beber, um dos drinques imbatíveis é o Southside Society (17 dólares canadenses ou R$ 47), que tem como base gim com toque de hortelã e limão. Além de divertir o paladar, o bar agrada aos ouvidos: as noites de quinta-feira são reservadas aos shows de jazz.

Se a ideia é bater perna em shopping, uma opção certeira é o Eaton Centre. São mais de 230 lojas, lanchonetes e restaurantes. Tem de Apple e Best Buy à marca japonesa de roupas Uniqlo e Danish Pastry House, uma confeitaria de doces dinamarqueses enlouquecedores. São várias entradas: a principal fica em frente à Yonge-Dundas Square. Mas também é possível entrar pela Queen Street, bem pertinho da estação Queen do metrô.

Na Yonge Street, caminhando poucos metros ao norte, você encontra uma filial da Winners e outra da Marshalls, lojas de departamentos no estilo americano de muita variedade, muita oferta e que exige muito tempo para procurar pechinchas. Ambas são do mesmo grupo empresarial americano, o TJX, dono da marca TJMaxx. Não estranhe se você encontrar alguma peça igual nas duas lojas.

A menos de dois quilômetros a leste da Yonge-Dundas, a Queen Street também oferece opções interessantes. Uma loja pequena, mas com grandes ofertas em tênis, camisetas de times e roupas esportivas, é a SVP Sports. Foi lá que encontrei camisetas festivas dos Raptors (time que, durante minha viagem, se tornou campeão da NBA pela primeira vez) por apenas 10 dólares canadenses (R$ 27,75). Nada mau.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.