Concentração no Quênia

Nosso invulgar correspondente envia noticias do Quênia, última escala de sua viagem rumo à África do Sul, onde pretende "estimular" o English Team rumo ao que espera ser uma campanha "dignificante".

O Estado de S.Paulo

08 Junho 2010 | 03h51

Mr. Miles foi ao encontro de sua velha amiga, Lady Brabourne, célebre fotógrafa de paquidermes, com 14 livros publicados e centenas de exposições realizadas ao redor do mundo. É ele mesmo que conta:

"Well, my friends, eis uma experiência que preciso compartilhar com vocês. No exato momento em que rabisco estas linhas, estou no terraço frontal do Hotel Treetops, dentro do Parque Nacional Aberdare. Ao longe, reverencio o vulto grandioso do Monte Quênia, com seus 5.200 metros de altitude. Ao meu lado, Lady Brabourne, aparentemente frágil para segurar sua lente de 600 milímetros. E, diante de nós, algumas famílias de elefantes chafurdando na água enlameada de uma pequena lagoa a poucos metros da construção. Eles bebem, banham-se, divertem-se e, sometimes, lançam-nos olhares curiosos. Tenho a sensação de que gostariam de nos jogar amendoins.

The Treetops experience é um safári ao contrário. Enquanto os humanos permanecem reclusos em um recinto confortável dotado de postos de avistamento, são os animais que se aproximam, curiosos e sedentos. Para que os hóspedes não percam nada, o hotel envia uma série de avisos sonoros sempre que uma nova espécie se aproxima. Dois silvos para animais grandes, três para felinos and so on.

Não tenho a menor dúvida que, para muitos povos ? inclusive o brasileiro ?, essa vivência deve parecer tão maçante quanto um curso intensivo de trigonometria. Mas confesso que nós, ingleses, somos a little bit weird.

O Treetops, my friends, nasceu como um alojamento de caçadores (preguiçosos, for sure). À época ficava, literalmente, sobre as copas de algumas árvores. Ele tornou-se muito popular entre meus compatriotas porque, nos anos 1930, era frequentado por Robert Baden-Powell, o fundador do escotismo, que, by the way, está enterrado aqui nas proximidades.

Sua notoriedade, however, ganhou dimensão mundial em 1952, quando Sua Majestade, a rainha Elisabeth II, hospedada no hotel, recebeu a notícia do falecimento de seu pai, o rei George VI. Naquela noite de 6 de fevereiro, a princesa fez-se monarca. Meu velho amigo Jim Corbett, que ocupava um quarto no Treetops naqueles dias, escreveu as seguintes palavras no livro de hóspedes:

"Pela primeira vez na história do mundo, uma jovem subiu numa árvore como princesa num dia e, após viver o que chamou de o dia mais arrebatador de sua vida, desceu da árvore como rainha. God bless her!"

Unfortunately, a construção original, que visitei ainda nos anos 1940 ? quando, at least, não havia campainhas para interromper nosso chá ? foi destruída na sublevação Mau Mau (against us, of course).

O lugar em que estou neste momento, agora vendo os elefantes marchando numa singela coluna rumo a leste, foi refeito em 1957. Hoje recebe menos visitas ilustres, tanto dentro quanto fora. Mas, para alguém que vai participar da Copa do Mundo, como eu, creio que é a melhor escolha para o período de concentração. Don"t you agree?"

É O HOMEM MAIS VIAJADO

DO MUNDO. ESTEVE EM 132

PAÍSES E 7 TERRITÓRIOS

ULTRAMARINOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.