James D. Morgan/Divulgação
James D. Morgan/Divulgação

Conheça os 5 voos mais longos do mundo

Voo testado pela Qantas em outubro deste ano teve 19 horas e meia de duração, batendo o recorde dos voos mais extensos do mundo; conheça quais são eles

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de novembro de 2019 | 09h00

A companhia aérea australiana Qantas testou, no mês de outubro, o voo mais longo do mundo, entre Nova York e Sydney, com 19 horas e meia de duração. Direto, o voo economizaria um bom tempo de viagem, mas pesquisadores ainda estudam quais são os impactos à saúde pela permanência prolongada no avião. Outro desafio da Qantas para fazer do voo algo viável em um futuro próximo é encontrar uma aeronave, Boeing ou Airbus, que seja ideal para atender necessidades como espaço para alongamento.

Enquanto o voo da Qantas não está disponível no mercado - a companhia pretende que isso ocorra até 2022 -, veja outros quatro voos com as rotas mais longas e ininterruptas do planeta em operação, a maioria ligando destinos da Oceania ao resto do mundo.

1º Nova York – Sydney 

Qantas Airways – 19h30 

Ainda em fase de testes, o voo mais longo do mundo foi realizado este mês pela companhia australiana Qantas. Com cerca de 50 pessoas a bordo, entre jornalistas, tripulação e passageiros frequentes, o Dreamliner, da Boeing, partiu de Nova York no dia 18 de outubro, às 21h, e aterrissou em Sydney na manhã do dia 20, após percorrer 16,2 mil quilômetros em 19 horas e meia. Para facilitar a adaptação a bordo, todos tiveram de seguir uma série de recomendações, como alongar-se. Além disso, padrões de sono, consumo de alimentos e movimentos físicos foram monitorados por pesquisadores. A Qantas pretende que o voo comece a valer até 2022, com frequências de Londres a Sydney também. 

2º Nova York – Cingapura 

Singapore Airlines – 18h30 

O voo mais longo do mundo em operação, no entanto, segue sendo o da Singapore Airlines, entre Nova York e Cingapura. Inaugurado em outubro do ano passado, a rota tem 15.288 mil quilômetros e 18 horas e meia de duração. A aeronave é um Airbus A350–900ULR, com 161 assentos, e o voo é diário, com mais opções de entretenimento personalizado a bordo, uma maneira de amenizar o tédio de ficar tantas horas dentro do avião. As passagens custam desde US$ 1.006 (R$ 4.054) o trecho. 

3º Auckland – Doha   

Qatar Airways – 18h05

Em 2017, foi a companhia aérea do Catar que bateu o recorde do voo mais extenso do mundo ao inaugurar a rota sem conexões entre Auckland, na Nova Zelândia, e Doha. A distância de 14.535 quilômetros é percorrida em 18 horas e 5 minutos num Boeing 777-200LR. Com 259 lugares, a aeronave conta com quatro pilotos se revezando no comando e 15 comissários. Passagens desde QAR 4.490 (R$ 4.937) por trecho. 

LEIA MAIS - Quase 20 horas dentro do avião: por dentro do voo mais longo do mundo

4º Perth –Londres 

Qantas Airways – 17h45 

O primeiro voo direto entre Oceania e Europa foi lançado pela Qantas em 2018. Com 14.498 quilômetros, a rota entre Perth, na Austrália, e a capital inglesa chegou a ocupar a segunda posição desta lista por alguns meses. A aeronave, o Dreamliner da Boeing, tem 236 assentos, bom entretenimento a bordo, mas sem Wi-Fi. Passagens desde 935 AUD (R$ 2.574) o trecho.

5º Auckland – Dubai  

Emirates – 17h10 

Esta lista de voos mais longos do mundo começa em 2016, com o lançamento, pela Emirates, da rota entre Auckland, na Nova Zelândia, e Dubai. Com 14.201 quilômetros, o percurso é feito num A380 em 17 horas e 10 minutos – a opção com conexão da mesma companhia é em Bali, e o tempo de voo aumenta, no mínimo, 3 horas, sem contar a espera no aeroporto. Passagens desde 705 NZD (R$ 1.816) o trecho. 

Tudo o que sabemos sobre:
aviãoturismoQantas Airways

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.