Igor Giannasi/Estadão
Igor Giannasi/Estadão

Costumes e culturas da região de Chiloé, no Chile

Para se acostumar com termos como 'minga', 'curanto', 'chicha'...

Igor Giannasi, O Estado de S. Paulo

18 Abril 2017 | 04h30

1. Minga

Talvez pela distância do continente – são duas horas de voo entre Santiago e o aeroporto de Castro –, Chiloé preserva fortemente suas tradições. Um exemplo é a minga, reunião de moradores para realizar alguma tarefa em prol da comunidade. Geralmente, o grupo se junta para transportar – isso mesmo, transportar – uma casa de um lugar para outro. Na Casa Museu Francisco Coloane há um vídeo que demonstra o passo a passso.

2. Curanto 

Vai ser difícil para um turista presenciar uma minga, mas há a chance de experimentar um prato que também faz parte do ritual. O curanto é a mais tradicional receita chilota e tem uma maneira peculiar de preparo. Em um buraco na terra, coloca-se a brasa coberta de pedras, onde serão cozidos os ingredientes – mariscos, carnes de frango e porco e batatas –, distribuídos em camadas alternadas com folhas de nalca, planta típica de folhas largas.

3. Chicha 

A bebida típica de Chiloé é a chicha, espécie de cidra de maçã. Diferentemente de outras regiões do Chile, em que as videiras produzem vinhos premiados, as condições climáticas do arquipélago não são as melhores para cultivar uvas. Não deixe de provar quando estiver na região – vai ser difícil encontrar a chicha feita de maçã no resto do país, já que a mais comum é mesmo a feita de uvas.

CURIOSIDADES

No caminho para o Parque Nacional, prove as deliciosas empanadas do Tradiciones Morelía. O negócio é familiar, tocado por Morelía Nain, suas duas filhas e o marido. Peça a de salmão – afinal, o Chile é um dos maiores produtores do peixe.

Mais conteúdo sobre:
Chile

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.