Curta o Slow Travel

Devagar e sempre

O Estado de S.Paulo

17 Março 2009 | 02h12

Alugar apartamento diminui naturalmente o ritmo da sua viagem. A primeira tarde é perdida no reconhecimento do terreno: é preciso entender todos os eletrodomésticos da casa e sair às compras para estocar a geladeira e o armário.

Você vai ficar em casa muito mais tempo do que ficaria normalmente em um hotel - caprichando no café, fazendo uma ou outra refeição ou ainda esperando a chuva passar.

Longe da fila

Aproveite: esta é a oportunidade que você tem de escapulir da overdose de museus, monumentos e lugares recomendados (pela mídia, pelos amigos) que atormenta nossas viagens.

Todo apartamento de aluguel vem com um anexo fascinante e desconhecido: um bairro. Familiarizar-se com as redondezas é tão interessante quanto destrinchar um museu.

Lembra como quase todos os restaurantes e cafés perto de hotéis parecem artificiais e turísticos? Pois todos os restaurantes e cafés perto do seu apartamento vão parecer autênticos.

É provável que você desista de fazer incursões gastronômicas complicadas quando pode resolver tudo perto de casa.

Transporte vantajoso

Ficando mais tempo numa mesma base você pode comprar passes vantajosos de transporte público, aqueles para usar por vários dias ou mesmo um mês. Pode, por exemplo, espalhar as visitas a museus e monumentos ao longo da estada. Ou concentrar as obrigações em poucos dias, tirando os outros para apenas flanar.

Conheça os arredores

Quer mudar de ares? Pegue um trem e passe o dia numa cidade dos arredores, sem carregar mala nem perder tempo procurando hotel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.