Kirsten Luce/The New York Times
Kirsten Luce/The New York Times

De 7 a 17 anos

Há programas específicos para crianças e adolescentes, com maior atenção e acompanhamento por parte dos monitores

O Estado de S.Paulo

28 Março 2017 | 04h30

Na Europa, é comum os pais mandarem os filhos para viagens de longa duração nas férias. No Brasil, a prática não é novidade para adolescentes, mas ainda encontra certa resistência no caso de crianças menores. “Costumo dizer para os pais que tudo depende da maturidade de criança. Se ela já dorme bem sem os pais, consegue se vestir sozinha de acordo com o clima, se alimenta sozinho, ela pode encarar o intercâmbio”, explica Fabiana Fernandes, gerente de Produto da CI. 

Segundo ela, os programas ocorrem nas férias, duram no máximo quatro semanas e funcionam como uma espécie de acampamento, com aulas de idioma e muitas atividades, como excursões e passeios. “Temos os nossos Grupos Oficiais, no qual uma pessoa vai ter contato diário com a criança, desde a saída do Brasil até a chegada”, diz. 

Para quem pensa em mandar o filho para o High School no exterior, os programas de curta duração podem ser um bom teste. “Não é preciso ter um bom nível de inglês, já que o estudante faz um teste antes do início das aulas.”

PACOTES

Orlando, EUA

O pacote de duas semanas no Phenomenal Soccer Camp, do ex-jogador Ronaldo, oferece aulas de inglês pela manhã e treinos de futebol à tarde. Traslado, hospedagem com café e seguro. Desde R$ 10.524 na CVC.  

Toronto, Canadá

Para adolescentes de 13 a 17 anos, o programa da STB oferece aulas pela manhã e workshops ou atividades esportivas à tarde. A partir de 5.400 dólares canadenses (cerca de R$ 12.555), mais taxas.

 

Acomodação em casa de família em quarto duplo, com pensão completa. Quatro semanas a partir de 2.265 dólares canadenses (cerca de R$ 5.266), na CI

Mais conteúdo sobre:
Europa Brasil Orlando EUA CVC Toronto Canadá

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.