De carona na notícia

Palau

O Estado de S.Paulo

23 Junho 2009 | 02h18

Você leu? Dezessete prisioneiros uigures (chineses da província de Xinjiang) que estavam presos por engano em Guantánamo vão ganhar asilo em Palau, um arquipélago micronésio que atrai mergulhadores em busca de seus buracos azuis, túneis, cavernas e naufrágios. A rota dos uigures da prisão ao paraíso deve passar por Honolulu, no Havaí, e Guam, já na Micronésia. Sem visto americano, dá para chegar por Manila, nas Filipinas, ou Taipé, em Taiwan.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.