Dê um vale-viagem neste Natal

Na maioria dos casos, quem ganha o presente pode escolher o destino ou a experiência que quer curtir

O Estado de S.Paulo

08 Dezembro 2009 | 02h22

.

FIM DE SEMANA - Escapadinha em Paraty custa a partir de R$ 518 por pessoa

Para fugir da mesmice dos presentes de Natal, que tal inovar com um vale que dá direito a um passeio ou uma viagem? São centenas de opções. E se estiver em dúvida se acertou na escolha, não se desespere. A melhor parte é que, na maioria dos casos, o felizardo pode escolher o destino a ser visitado.

Na Immaginare, há 600 alternativas de presentes, de um jantar em um restaurante em São Paulo a uma volta de Porsche pelas Autobahns da Alemanha. Se a ideia for presentear um aficionado por aventura, uma boa sugestão é o salto de paraquedas em Boituva, no interior paulista. O pacote inclui meia hora de treinamento, 50 segundos de queda livre e 6 minutos de voo com o paraquedas aberto e acoplado ao instrutor. O mimo sai por R$ 454.

HORA DO VOO - Passeio de balão em Boituva sai por

R$ 280, com champanhe depois da aterrissagem

 Para os mais românticos, o voo de balão é um bom presente. O pacote da Aventurar dá direito a uma hora de voo a 500 metros de altura em Boituva, café da manhã completo e um brinde com champanhe após a aterrissagem. Ele custa R$ 280 e até 12 passageiros podem participar de cada vez.

Mas se o objetivo é ter um momento especial a dois, é possível reservar o balão inteiro. Nesse caso, o preço sobe para R$ 1.150. Os voos ocorrem nos fins de semana e nos feriados, às 7 horas, e é preciso fazer a reserva com, pelo menos, duas semanas de antecedência.

Se as crianças estão em férias escolares e os pais continuam trabalhando, a dica é o Acampamento Peraltas, em Brotas. Lá, os pequenos poderão se esbaldar nas piscinas, toboáguas, campos de futebol e cama elástica, além de experimentar atividades mais radicais como arvorismo, canoagem, rapel e rafting. E, é claro, ficarão responsáveis por arrumar a cama e cumprir os horários de alimentação e passeios. Os alojamentos e a programação são divididos por faixa etária, de crianças a partir de 4 anos até jovens de 17. O pacote mínimo é de cinco dias e custa R$ 990, incluindo hospedagem, pensão completa e monitoria. Há temporadas maiores, para 11, 15 e até 26 dias.

Para aumentar a chance de acertar no presente, a Smartbox oferece pacotes temáticos para diferentes perfis. O ganhador só terá uma dificuldade: escolher um passeio entre tantas opções. O pacote Aventura, vendido por R$ 65, oferece 200 atividades em 14 Estados - de corrida no Kartódromo Internacional de Guaratinguetá (SP), uma das pistas mais conceituadas do País, a descer de caiaque inflável pelas quedas de 30 metros da Cachoeira da Fumaça, em Cuiabá (MT).

Para os casais, há opções de pernoite em quarto duplo com café da manhã em cem chalés e pousadas do País por R$ 169. Você pode escolher entre um quarto de frente para o mar em Búzios ou a tranquilidade de um chalezinho na Serra da Mantiqueira. Por R$ 269 é possível ficar em hotéis mais requintados, como em um quatro-estrelas em Jericoacoara. A passagem não está inclusa. A empresa francesa, que tem filiais em 16 países, chegou ao Brasil há nove meses e já vendeu mais de 10 mil dessas caixinhas. O presente deve ser aproveitado em um ano.

A CVC também acabou de entrar no ramo de vale-viagem. A ideia é simples: o interessado compra uma cota de, no mínimo, R$ 200. Quem ganha, pode converter o valor em créditos para qualquer destino oferecido pela empresa, no Brasil ou no exterior. O cartão não tem data de validade.

Uma fugidinha para Paraty no fim de semana custa a partir de R$518 por pessoa, com direito a hotel, passeio de barco, jantar e degustação de cachaça.

ONDE ENCONTRAR

Smartbox : (0--11) 3284-4053

www.smartbox.com/br

Acampamento Peraltas: (0--11) 3035-1900

www.peraltas.com.br

Aventurar: (0--11) 3326-8331

www.balonista.com.br

Immaginare:

(0--11) 5088-0990

www.guiadeexperiencias.com.br

CVC: (0--11) 2191-8410

www.cvc.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.